Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Atividade a distância para alunos de escolas estaduais agora só pela internet

| 14/10/2020 16:43 h | Atualizado em 14/10/2020, 16:46

O Programa EscoLar, do governo do Estado, que oferece opções de ensino remoto para os estudantes da rede estadual, agora só irá transmitir as videoaulas por meio de internet.

Alunos em situação de vulnerabilidade vão ter internet gratuita
Alunos em situação de vulnerabilidade vão ter internet gratuita |  Foto: Arquivo/AT
Para quem não tem internet, as atividades remotas continuam sendo disponibilizadas por meio de material impresso.

Antes, os estudantes também tinham a opção de assistir às aulas por meio de canais de TV aberta, seguindo uma programação divulgada semanalmente.

No entanto, o contrato que mantinha com uma rede de comunicação desde abril teve a última prorrogação publicada no Diário Oficial do Estado em setembro, valendo até sexta-feira passada. O valor do contrato era de R$ 1,1 milhão.

A Secretaria de Estado da Educação (Sedu) informou, por nota, que as atividades do Programa EscoLar serão mantidas, por meio do Google Sala de Aula, do aplicativo e através de atividades impressas.

Reforçou que as videoaulas continuam sendo disponibilizadas pelo canal do Youtube da Secretaria da Educação. Até a última semana, a Sedu tinha cerca de 24 mil alunos que não participaram de atividades remotas.
Retorno

A Sedu reforçou que, para os pais que não tinham manifestado interesse em retornar com os filhos para a sala de aula, é possível fazer a opção pelas aulas presenciais a qualquer tempo, desde que comuniquem esta decisão à escola com, no mínimo, 15 dias de antecedência.

Isso é necessário para que sejam providenciados o transporte e a alimentação do aluno.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS