Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Árvore no meio de ciclovia faz médico parar no hospital

| 25/02/2021 14:09 h | Atualizado em 25/02/2021, 14:22

O que era para ser um simples trajeto de bicicleta se tornou uma dor de cabeça para o médico cardiologista Eduardo Alberto de Castro, que está na linha de frente no combate à Covid-19. Ele foi parar no hospital após bater em uma árvore no meio da ciclovia da avenida Talma Rodrigues, na Serra.

Ao todo, foram 10 dias internado. Na última segunda-feira (22), Eduardo passou por uma cirurgia na face. O médico fraturou o osso frontal do rosto em três lugares diferentes, além de oito vértebras. Ele teve alta na terça-feira (24), mas terá de usar um colete de imobilização por três meses.

Eduardo contou que o acidente ocorreu à noite e estava chovendo muito. “Não lembro nada do acidente em si. Fui encontrado no chão e chamaram a guarda e o Samu”. No momento do socorro, chegaram a perguntar a Eduardo se estava tudo bem, e ele, até então, não havia se dado conta da gravidade do seu estado.

O acidente ocorreu na segunda-feira de Carnaval, dia 15 deste mês. O médico relatou que a árvore está bem no meio do local onde os ciclistas precisam passar. Em suas redes sociais, Eduardo chegou a dizer que no local não tinha iluminação.

O médico Eduardo de Castro mostra a árvore bem no meio da ciclovia
O médico Eduardo de Castro mostra a árvore bem no meio da ciclovia |  Foto: Beto Morais/AT

“É difícil entender como alguém que planeja uma ciclofaixa ou via pública, que acaba de ser pintada, permita que um galho dessa altura, fique atravessando a faixa no meio, onde as pessoas têm de passar de bicicleta. Com certeza, isso foi a causa do acidente”, relatou em sua rede social.

O cardiologista disse ainda que vai acionar a prefeitura por conta do episódio. “Não quero que as pessoas sofram um acidente, como o que eu acabei de sofrer. Foi um acidente grave”.

Ele também fez um alerta para que as pessoas que andam de bicicleta não saiam de casa sem capacete. “É essencial, indispensável e extremamente importante”.

Prefeitura retira galho e exige lâmpadas novas na pista

A ciclovia da avenida Talma Rodrigues, na Serra, onde o cardiologista Eduardo Alberto de Castro sofreu um acidente ao se chocar com uma árvore que está no meio do caminho, foi entregue no fim do ano passado, pela antiga gestão do município.

Por meio de nota, a Prefeitura da Serra informou ontem que já foi retirado o galho da árvore que estava prejudicando a passagem dos ciclistas.

A Secretaria Municipal de Obras da Serra disse também que a obra da ciclovia ainda está na garantia e que a empresa foi acionada para recolocar todas as lâmpadas em funcionamento.

Segundo a secretaria, regularmente é realizada a poda de árvores na ciclovia. A pasta disse ainda que estuda a realização de mudanças no local.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS