Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Após chuvas, rua cede e terra atinge casa no Norte do Estado

Em outras cidades, a chuva também provocou estragos

Leone Oliveira | 02/11/2021 19:56 h | Atualizado em 03/11/2021, 07:49

Imagem ilustrativa da imagem Após chuvas, rua cede e terra atinge casa no Norte do Estado
 

Parte da rua Henrique Ferreira, na cidade de Ecoporanga no Norte do Estado, cedeu por conta das fortes chuvas que atingiram o município entre a noite de segunda-feira (1) e a manhã desta terça-feira (2). Uma casa foi atingida pelos calçamento, mas a residência estava vazia e ninguém se feriu. 

De acordo com o coordenador da Defesa Civil de Ecoporanga, Nilson Teixeira dos Santos, a rua foi interditada temporariamente após o desabamento. "Era uma área de risco já mapeada. Atingiu uma casa, mas ninguém morava nessa residência", disse ele, explicando que a família já havia deixado o local após ser orientada sobre o risco.

Não há previsão de quando a rua deve ser liberada. A equipe da prefeitura vai voltar ao local para uma avaliação mais detalhada assim que o tempo melhorar, explicou o coordenador. 

Imagem ilustrativa da imagem Após chuvas, rua cede e terra atinge casa no Norte do Estado
 

A chuva provocou ainda outras ocorrências na cidade. O rio 2 de Setembro transbordou e a água invadiu casas no município, provocando prejuízo para moradores. Em Ribeirãozinho, a comunidade também viu as cassa serem tomadas pela água da chuva. 

Queda de barreiras e de muros também foram registradas em alguns bairros de Ecoporanga. 

Ainda no Norte do Estado, a rodovia 257, que liga Aracruz a Ibiraçu, foi interditada durante parte do dia, após um deslizamento de terra, na altura de Barra do Riacho, em Aracruz. Uma pedra também ameaçava cair no local. 

Por volta das 17 horas, a Defesa Civil de Ibiraçu informou que o trânsito já estava funcionando em sistema de pare-siga, após a limpeza da pista ser feita.  "A gente está fazendo trabalho de prevenção com o corte de árvore. Teve um deslizamento de massa, algumas árvores ficaram com raízes expostas e, agora, a gente está fazendo o corte dessas árvores para evitar riscos", explicou o coordenador da Defesa Civil de Ibiraçu, Fabrício da Silva Coelho Pandolfi. 

No Sul do Estado, também tem rodovia interditada por tempo indeterminado. A rodovia do Penedo, em Itapemirim, foi fechada na segunda-feira (1), por conta da erosão causada pela chuva. 

"Foi interditada temporariamente, de forma preventiva, porque surgiu uma erosão no local. Já havia sido causada pelas últimas chuvas do dia 12 de outubro e se agravou com as chuvas entre os dias 30 e 1º.  A rodovia foi sinalizada, mas foi interditada temporariamente por conta do feriado para não haver danos", informou a coordenadora da Defesa Civil de Itapemirim, Letycia Paiva.

De acordo com ela, está prevista a ida de um engenheiro ao local para avaliar a situação da rodovia e decidir se o local será liberado ou continuará fechado até que obras sejam realizadas. 

Rodovia foi interditada
Rodovia foi interditada |  Foto: Divulgação / Defesa Civil de Itapemirim
 

Boletim

De acordo com o boletim da Defesa Civil Estadual, a Serra foi o município do Estado que mais registrou chuva nas últimas 24 horas, com 148,38 milímetros. 

A segunda cidade com mais volume acumulado é Aracruz com 135,26mm, seguido de Fundão com 134,81mm. 

Estão em vigor 30 alertas de deslizamentos e inundações pelo Espírito Santo. 

Continuam fora de casa 21 pessoas por conta da chuva. Dessas, 20 são moradores de Santa Maria de Jetibá e um de Santa Teresa, ambos municípios da região Serrana. 

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS