Login

Atualize seus dados

Acidentes de trânsito já mataram 102 jovens este ano no Estado

12/10/2021 16:42:10 min. de leitura

Imagem ilustrativa da imagem Acidentes de trânsito já mataram 102 jovens este ano no Estado

A estrada que liga o centro de Aracruz ao balneário de Coqueiral foi o ponto final na vida de três adolescentes: Julia Fraga, 16 anos, Leticia Koch, 16 anos, e Leonardo de Freitas Martins, 15 anos.
Eles morreram na noite do último domingo (10), quando o carro em que estavam rodou na pista e bateu de frente com uma van.

Assim como Julia, Leticia e Leonardo, pelo menos outros 102 jovens de até 24 anos perderam a vida, de janeiro a agosto deste ano, no trânsito capixaba, segundo dados do Observatório da Segurança Pública do Espírito Santo. Eles representam 20% de óbitos registrados nas vias do Estado, cujo total foi de 514.

“São números alarmantes da insegurança viária, reflexos de diversos fatores de risco que estão presentes nos acidentes de trânsito”, ressaltou o tenente Anthony Moraes, do Batalhão da Polícia de Trânsito (BPTran).

No caso do acidente de Aracruz, era noite e chovia muito no momento da colisão, o que potencializou ainda mais o risco. O carro dos jovens seguia do centro de Aracruz para Coqueiral, e rodou na pista antes de atingir a van, que vinha no sentido contrário.

Além dos três adolescentes mortos, outros quatro jovens estavam no veículo e ficaram feridos. Familiares das vítimas contam que eles seguiam para uma festa, e que o motorista, um jovem de 19 anos, perdeu o controle do carro por conta da chuva.

Também em Aracruz, no início deste mês, duas crianças – uma de 2 e outra de 5 anos – morreram em outro acidente envolvendo um carro e uma van. Elas estavam no carro dos pais, que também morreram.

Nos acidentes envolvendo os 102 jovens mortos no trânsito, o tenente Anthony Moraes também ressalta alguns fatores de risco.

“O comportamento agressivo, a pressa, a impaciência ou mesmo a descrença de que resultados fatais podem acontecer a qualquer um. São elementos derivados da inexperiência, do excesso de autoconfiança e da negligência às normas, tão comum aos jovens”, disse.

Do total de acidentes fatais registrados esse ano, a maioria foi no final de semana, sendo 22% aos sábados e 19% aos domingos. O período da noite é o mais fatal: 33% das vítimas morreram entre 18 horas e 23h59.


Mortes em acidentes por faixa etária


  • 0 a 14 anos: 3% das mortes

  • 15 a 24 anos: 17% das mortes

  • 25 a 34 anos: 18% das mortes

  • 35 a 44 anos: 22% das mortes

  • 45 a 54 anos: 16% das mortes

  • 55 a 64 anos: 13% das mortes

  • 65 a 74 anos: 7% das mortes

  • Acima de 75 anos: 4% das mortes


Ranking de cidades


Colocação Cidade 2021 2020 Variação
Serra 35 42 -17%
Cachoeiro de Itapemirim 33 30 10%
Cariacica 25 19 32%
4º  Vila Velha 23 23 0%
5º  Linhares 22 20 10%
6º  São Mateus 19 23 -17%
7º  Nova Venécia 19 8 138%
Guarapari 19 11 73%
Colatina 17 11 55%
10º Vitória 15 20 -25%

Fonte: Secretaria de Segurança Pública do Espírito Santo.