X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

A pedido do MP, Justiça interdita granja em Venda Nova do Imigrante

O local já tinha sido notificado e não atendeu aos pedidos de adequação

Nathália Cerri Cantarela | 24/07/2022 15:39 h

Uma granja localizada em Venda Nova do Imigrante foi fechada pela Justiça. O pedido foi do Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), que considerou que o local tinha atividade potencialmente poluidora e sem o devido licenciamento ambiental. 

A Justiça decretou a interrupção das atividades realizadas na Granja e determinou ainda a retirada de todos os materiais potencialmente poluidores, tais como animais, resíduos biológicos ou químicos, no prazo de 72 horas. 

A granja já havia sido advertida e recebeu um aviso de multa diária por não atender aos itens de um termo de compromisso ambiental. A licença para o funcionamento do empreendimento já tinha sido cassada, porém a granja não parou os trabalhos e continuou sem aplicar os controles ambientais adequados. 

Segundo o Ministério Público do Estado, a granja causou grande impacto na comunidade, moradores vizinhos e ao meio ambiente, o que resultou na ação para a interdição do local. 

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS