search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Chefe do tráfico em Minas é preso na Serra após trazer família para curtir praia

Notícias

Publicidade | Anuncie

Polícia

Chefe do tráfico em Minas é preso na Serra após trazer família para curtir praia


Fábio Martins Gonçalves, 36 anos (Foto: Divulgação)
Fábio Martins Gonçalves, 36 anos (Foto: Divulgação)
Um dos chefes do tráfico de drogas que atua numa das regiões mais perigosas de Belo Horizonte, em Minas Gerais, foi preso na manhã desta quarta-feira (21) em um bairro nobre da Serra, no Espírito Santo. Fábio Martins Gonçalves, 36 anos, é acusado de cerca de 10 assassinatos e a prisão aconteceu depois que o criminoso trouxe parte da família para curtir a praia de Bicanga, na Serra.

A delegada Adriana Rosa, titular da Delegacia de Homicídios de Santa Luzia, em Minas Gerais, explicou que o traficante comanda o tráfico na região de Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

A prisão contou com o apoio da Delegacia de Homicídios da Serra e aconteceu quando o criminoso aproveitava parte do dia na praia. A abordagem a ele foi filmada por banhistas que estavam na praia (veja o vídeo ao final da matéria).

Delegado Sandi Mori, da Serra, ao lado da delegada Adriana Rosa, de Minas Gerais: prisão de criminoso mineiro no Espírito Santo (Foto: Taynara Nascimento)
Delegado Sandi Mori, da Serra, ao lado da delegada Adriana Rosa, de Minas Gerais: prisão de criminoso mineiro no Espírito Santo (Foto: Taynara Nascimento)
“Ele é líder de uma parte do tráfico em um dos bairros mais quentes, violentos, em Santa Luzia, chamado Pormital. São praticados crimes violentos, principalmente homicídios. Tem também condenação por roubo, que foi o início da carreira criminal dele, mas depois migrou para o tráfico e assassinatos. Ele determinava as execuções, agia como mandante dos crimes”, destacou Adriana Rosa.

A delegada disse ainda que Fábio ficou preso por aproximadamente nove anos e, mesmo de dentro da prisão, continuava a determinar execuções e a comandar o tráfico na região chamada de Caldeirão.

“Atualmente, na Delegacia de Santa Luzia, ele é investigado por aproximadamente 10 homicídios, sobretudo nessa região, mas estava expandindo a atuação para outras regiões, como Lagoa Santa. Ele estava ganhando território, gerando mais conflitos armados e culminando em alguns homicídios”, destacou.

FUGA

Segundo a Polícia Civil de Minas, o traficante estava no início do ano já no regime semiaberto, mas foi decretado novamente a prisão dele.

“Ele estava no semiaberto, prestes a sair, quando em virtude de uma investigação da Delegacia de Homicídios de Santa Luzia foi expedido um novo pedido de prisão preventiva. Com isso, foi impedido de sair. No entanto, no dia 8 de março deste ano, ele fugiu da cadeia e desde então estava foragido”, contou a delegada.

Através de investigações, a polícia mineira descobriu o paradeiro de Fábio e solicitou apoio da polícia capixaba para localizar e prendê-lo novamente.

“Ele estava no Espírito Santo há cerca de 3 meses, no bairro Morada de Laranjeiras, e trouxe os familiares de Minas para passar alguns dias aqui na Serra, para ir na praia de Bicanga”, explicou Adriana Rosa.

Segundo apurações da Delegacia de Homicídios da Serra, comandada pelo delegado Sandi Mori, não há registro de crimes praticados pelo traficante no Estado. “Ele é extremamente inteligente. Por saber que era muito procurado em Minas, decidiu migrar para o Espírito Santo, mas acabou preso novamente”, finalizou.

VEJA O MOMENTO DA PRISÃO NA PRAIA:

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados