search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Chef de cozinha acusa supermercado de vender peça errada de carne

Notícias

Publicidade | Anuncie

Economia

Chef de cozinha acusa supermercado de vender peça errada de carne


O chef de cozinha e professor de gastronomia Paulo Gaudio fez uma denúncia em sua rede social após adquirir um peça de carne no supermercado Carone, em Vitória (Foto: Divulgação)
O chef de cozinha e professor de gastronomia Paulo Gaudio fez uma denúncia em sua rede social após adquirir um peça de carne no supermercado Carone, em Vitória (Foto: Divulgação)

O chef de cozinha e professor de gastronomia Paulo Gaudio fez uma denúncia em sua rede social após adquirir um peça de carne no supermercado Carone, em Vitória, e descobrir, ao chegar em casa, que o corte dentro da embalagem não era o mesmo informado na etiqueta.

“Um amigo estava aniversariando e me pediu as instruções para preparar ‘bombom de alcatra’, que é retirado do miolo da alcatra. Como era um corte muito específico, eu disse que prepararia para ele em homenagem ao aniversário. Então, fui ao supermercado a fim de adquirir uma peça de alcatra completa”, explicou.

Conforme Gaudio relatou à reportagem, não lhe agradava a ideia de esperar na fila do açougue, onde muitas pessoas se aglomeram, então ele pegou uma bandeja de carne já cortada pelos açougueiros.

“A embalagem, segundo a etiqueta, continha: uma peça inteira de alcatra sem picanha. Mas não era a peça inteira, não era o que estava sendo anunciado na etiqueta. A peça estava recortada de tal forma que era impossível retirar o bombom do miolo”, detalhou.

Segundo a postagem que o chef de cozinha fez no Instagram, na embalagem havia “1/4 do miolo recortado, 2/3 da maminha recortada e muita pelanca”, o que impossibilitava a realização da receita que pretendia preparar.

A postagem, segundo o chef, foi feita como um desabafo, pois o prazo para o preparo era muito curto. “A intenção não era criar uma polêmica, mas sim alertar às pessoas de modo geral, e especialmente a quem acompanha meu trabalho ou é meu aluno, que essas coisas acontecem, e é preciso ficar atento para não sair no prejuízo”.

Na manhã desta sexta-feira (10), o chef publicou nas redes sociais que recebeu uma peça de carne correta de um amigo.

Em nota, o supermercado Carone informou que o diretor do grupo “entrou em contato com o cliente e já foi resolvido.”


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados