search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Cavalo morre atropelado após ser atingido por carro na Rodovia do Sol

Notícias

Publicidade | Anuncie

Cidades

Cavalo morre atropelado após ser atingido por carro na Rodovia do Sol


 (Foto: Reprodução/Redes Sociais)
(Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Um cavalo solto causou um acidente na Rodosol, na altura da Barra do Jucu, em Vila Velha, sentido Guarapari, por volta das 19h30 deste domingo (22). O animal não resistiu aos ferimentos e morreu no local do acidente.

O instalador de redes de proteção Renato Souza dos Santos, de 37 anos, contou que tinha ido buscar a mulher e a mãe na Praia da Costa e estava a caminho de casa, no bairro Barramares, quando foi surpreendido pelo cavalo, que estava atravessando a pista sentido Praia da Costa.

"Foi tudo muito rápido. Do nada ele pulou o muro que divide as pistas e já caiu em cima do meu carro. Eu só vi o vulto branco e senti o impacto", contou Renato. De acordo com a Rodosol, a pista ficou interditada por 40 minutos.

Ainda segundo o instalador de redes de proteção, ele e a mãe tiveram ferimentos leves por conta dos estilhaços de vidro, mas a mulher bateu a cabeça e precisou ser socorrida para o Hospital Estadual de Urgência Emergência (HEUE), em Vitória. 

Quando bateu a cabeça, ela acabou mordendo a língua e precisou levar cinco pontos. "Tirando isso ela está bem, graças a Deus. Fizeram os exames nela hoje e viram que não tem nada grave", afirmou o motorista. 

O carro, um Volkswagen Gol prata, ficou completamente destruído com a batida. De acordo com Renato, ele ainda estava pagando o veículo e tinha se organizado para comprar um seguro em janeiro de 2021. "Mas, infelizmente, não deu tempo", lamentou.

O condutor ainda explicou que não foi multado e precisou registrar um Boletim de Ocorrência. Agora, ele questiona quem vai pagar pelo prejuízo que ele sofreu. "Pelo que eu entendo, a Rodosol deveria manter a pista segura para a gente, que paga por aquele serviço. Eles pediram que eu entrasse em contato para que me orientem, mas não sei como vai ser", disse.

Apesar do susto, Renato está feliz que ninguém se feriu gravemente. "O importante é que está todo mundo vivo, perdemos coisas materiais, mas isso a gente dá um jeito de recuperar".

A Rodosol foi procurada para falar sobre o caso, mas ainda não houve resposta. 

 (Foto: Reprodução/Redes Sociais)
(Foto: Reprodução/Redes Sociais)
 (Foto: Reprodução/Acervo Pessoal)
(Foto: Reprodução/Acervo Pessoal)


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados