search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Cavalheirismo, um poderoso afrodisíaco
Claudia Matarazzo
Claudia Matarazzo

Claudia Matarazzo


Cavalheirismo, um poderoso afrodisíaco

Se existe algo de que as mulheres sentem falta atualmente é do bom e velho cavalheirismo.  É que, com a emancipação feminina e a igualdade dos sexos, muitos homens pensaram que esse atributo masculino seria descartado.

Mas, nós, mulheres, eternamente carentes de um paparico, clamamos pela volta de algumas qualidades do antigo homem: aqueles que sabiam tratá-las direito, instintivamente, tanto na cama como fora dela.

John Bridges identificou algumas regrinhas básicas de conduta em seu best-seller “How To Be a Gentleman”.

Confira algumas dicas do livro e saiba, pela boca das próprias mulheres, que o cavalheirismo é um poderoso afrodisíaco feminino.

1 – Finanças – Mesmo que ela se ofereça para dividir, faça a questão de pagar a conta nos primeiros encontros. Isso diz muito sobre você – e não tem nada a ver com dinheiro e, sim, com atenção e cortesia.

2 – Facilite o fluxo – Em todo tipo de trânsito: sempre que der, abra a porta do carro, dê passagem, deixe-a entrar na frente no elevador (ou em uma sala) e puxe a cadeira para ela se sentar.
Parece antiquado – mas a gente repara – e a maior parte das pessoas aprecia.

3 – Programe a noite (ou o fim de semana) – Ao fazer isto, ofereça sempre mais de uma opção. Esta atitude mostra que você se preocupa com a qualidade do tempo que vão passar juntos e que, além de versátil, está dando a ela a precedência para escolher.

4 – Sem atraso – Nunca a deixe esperando. Se ocorrer algum imprevisto, avise-a com antecedência. Assim, ela pode se reprogramar para a espera.

5 – À mesa – Espere até que ela segure o garfo para iniciar seu jantar (ou qualquer refeição). Isto mostra, acima de tudo, que está atento ao que se passa com ela – e que não tira os olhos dela.

6 – Quem liga? – Não limpe uma mancha do batom do rosto (ou de onde quer que seja) na presença da mulher que o beijou – e limpe com um lenço (ou lave) quando estiver fora de sua vista.

7 – Master chef – Aprenda a preparar um sanduíche de queijo grelhado (ou omelete, massa ou salada) às 2h da manhã e um café, no ponto, com torradas, às 7h.

8 – Revise sim – Tenha cuidado com o que escreve. Leia novamente e reescreva para ter certeza de que ela vai entender o que está dizendo e o tom em que você quis dizer. Se tiver dúvidas, mande áudio. Aí não tem erro!

9 – Presente e atento – Não envie mensagens de texto enquanto estivar caminhando com ela. Simples assim. Equivale a, pessoalmente, sair da sala e fechar a porta, deixando-a lá.

10 – Acorde antes – E se ofereça para fazer o café da manhã (principalmente, nas primeiras vezes). É uma delícia e um conforto que ganha qualquer um homem ou mulher.

Depois, com o tempo, são delicadezas que os casais acabam trocando e revezando, mas, para demonstrar apreço e começar o dia agradando, não tem igual!

Pois é: gestos de delicadeza não saem de moda. Podem mudar de acordo com os tempos, mas sempre serão necessários e muito, muito apreciados.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Um futuro nem tão ambicioso

Vamos falar do futuro. O futuro que, agora percebemos, foi subitamente sabotado – e está, neste exato momento, sendo repensado, ressignificado, reinventado, e uma porção de outros “res” que nos …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Lições da pandemia

Não vamos falar da finitude, de nossos medos, nem da angústia de ver nossas vidas em risco graças ao total despreparo, da boçalidade e pura teimosia dos titulares de nosso “desgoverno” – que poderiam …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

De meditação a sexo nas lives

Você entraria em uma web suruba? Pagaria para entrar? Confiaria no anonimato da organização? Se ficou perplexo com a possibilidade, saiba que não está sozinho. Mas não apenas as web surubas …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Novo momento, novos horários

Vivemos um novo momento trazido pela pandemia de Covid-19: home office, cursos a distância e reuniões agora fazem parte do nosso dia a dia. Se em casa economizamos preciosas duas horas por dia (que …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Eliminar para iluminar

A frase é da jornalista da Lilian Pacce e foi dita em uma fala sua ao se referir ao desapego. Nessa pandemia, percebemos que é muito, muito mais importante SER do que TER. Ser saudável, ser …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Líder pós-pandemia

É fato: o mundo que conhecemos ficou para trás, em todos os sentidos. Não existe nada de normal no futuro próximo, mas muito de “novo”. Porém, “novo normal”? Não aguento mais ouvir essa bobagem. …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

O que é etiqueta preventiva?

É a nova etiqueta. E se baseia, como na etiqueta tradicional, nos pilares do bom senso e afetividade, acrescentando um fator essencial nesse momento de delicada transição: a biossegurança. Isso …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Desabafo de madame

Passei grande parte da minha vida justificando o rótulo de “madame”, maldosamente aplicado a minha pessoa desde a faculdade de Jornalismo. Na ocasião, nos anos 1970, em plena abertura da ditadura e …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Para fazer diferença com cliente

Atendimento e fidelização – Hoje, palavras-chave para quem quer se diferenciar, principalmente na atividade de atendimento de alimentos e bebidas delivery –, uma das poucas que se manteve, mesmo …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Lute, se cuide e fique bem!

Vidas não se contabilizam, se preservam! A frase, da senadora Mara Gabrilli, merece reflexão mais profunda: neste momento, vemos um enorme afã em se contar mortes – ou vidas que se apagaram. Ou …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados