search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Causa e consequência
Painel da Folha de São Paulo

Causa e consequência

Procuradores e ministros de tribunais superiores avaliam que o relato de Paulo Marinho à Folha, sobre o vazamento de uma investigação da Polícia Federal ao senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho de Jair Bolsonaro (sem partido), gera mais implicações políticas para o mandatário. A análise é que a acusação do empresário corrobora a suspeita de que o Presidente se referia a preocupações sobre investigações contra a família quando tratou do tema em reunião ministerial no dia 22 de abril.

O elo
Para esses integrantes do MPF e magistrados, a investigação sobre o vazamento, que já é feita por um grupo de procuradores do Rio de Janeiro, deverá se encontrar com o inquérito do STF (Supremo Tribunal Federal) sobre as acusações de Sergio Moro de que Bolsonaro tentou interferir na PF.

Versão
Segundo transcrição do vídeo do encontro com ministros, Bolsonaro disse: “Já tentei trocar gente da segurança nossa no Rio de Janeiro oficialmente e não consegui. Isso acabou. Eu não vou esperar f. minha família toda de sacanagem (...)”. O presidente tem dito que se referia à troca na equipe da segurança familiar.

Teu passado
Segundo o relato de Marinho, em outubro de 2018, um delegado da PF avisou Flávio, então deputado estadual, que uma investigação atingiria seu gabinete e atrasou a operação para não gerar danos eleitorais ao seu pai, que era candidato. Antes de os policiais irem a campo, Flávio ainda exonerou Fabrício Queiroz, atingido pela apuração.

Na pele
Para magistrados, a conduta de Bolsonaro em ato com apoiadores ontem, de rechaçar provocações ao Congresso e ao Supremo, foi estratégica. Para eles, o Presidente não quer comprar mais briga em meio ao inquérito na Corte que pode definir seu futuro político e influenciar ânimos no Legislativo.

Nada com isso
Frederick Wassef, advogado ligado à família Bolsonaro, contesta citação a ele no relatório da segunda investigação sobre a facada no presidente de que ele teria espalhado conspirações ao longo do inquérito, como mostrou o Painel sábado.

Nada com isso II
Ele afirma ter como provar que há mais pessoas por trás da facada de Adélio Bispo em Bolsonaro. A polícia concluiu que Adélio agiu sozinho. Diz ainda ter procurações de Bolsonaro assinadas em 2019 para atuar no caso, ao contrário do que aponta a PF.

Vai tu mesmo
O presidente Jair Bolsonaro disse a aliados neste final de semana que não quer ser açodado na escolha do futuro ministro da Saúde que entrará no lugar de Nelson Teich, que pediu demissão na última sexta-feira. Por isso, cresce entre assessores do Presidente a avaliação de que o general Eduardo Pazuello, ministro interino, ficará à frente da pasta por pelo menos mais uma semana.

Vai tu mesmo II
O Presidente indica que, enquanto não tiver segurança na escolha, pode deixar Pazuello no comando até o fim da pandemia. Avalia que seria menos traumático do que ter de promover mais uma troca na chefia do ministério.

Quem dá mais
Nos últimos dias, mais nomes foram levados ao crivo do Presidente. O pediatra e toxicologista Anthony Wong e o virologista Paolo Zanotto, professores da USP, passaram a ser citados como opções, apoiados pelo núcleo ligado ao clã Bolsonaro. Ambos já deram declarações favoráveis ao uso da cloroquina em casos leves de coronavírus.

Para ontem
Médicos consultados pelo Ministério da Saúde dizem que está pronta a nova diretriz da pasta que autoriza o uso da cloroquina em quadros leves de Covid-19 mesmo sem evidências científicas que apontem eficácia. O documento segue o modelo do parecer do CFM (Conselho Federal de Medicina) e libera o remédio a critério médico e desde que o paciente seja informado dos riscos que corre.

Pare Por aí
Ministros do STJ (Superior Tribunal de Justiça) fizeram chegar a deputados a insatisfação com a perspectiva de criação de um novo Tribunal Regional Federal, em Minas, para tentar barrar o avanço da matéria.

Pare por aí II
O Congresso deve votar o projeto que prevê a criação do novo TRF esta semana. A pauta é uma bandeira do presidente do STJ, João Otávio de Noronha.

Tiroteio
“Os motivos da obsessão de Bolsonaro pela superintendência da PF do RJ se já eram evidentes, estão cada vez mais fazendo sentido”.
De Júnior Bozella (PSL-SP), deputado federal, sobre relato de Paulo Marinho acerca de um suposto vazamento de operação a Flávio Bolsonaro.

Publicação simultânea com a Folha de São Paulo

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Mesmo lado

Líderes e presidentes de partidos da centro-direita dizem, nos bastidores, ser um excesso o pedido de apreensão do celular de Jair Bolsonaro no inquérito que apura as denúncias de Sergio Moro. …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Sinais

A suspeita de vazamentos de inquéritos sigilosos da Polícia Federal para o entorno do Presidente não se restringe ao caso de Flávio Bolsonaro. Relatório da investigação de candidaturas de laranjas em …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Corrente

A disseminação reiterada de informações falsas, muitas delas com ataques a autoridades, e as ameaças do presidente da República de desdenhar de ordens judiciais fizeram ministros do Supremo se unir …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Trajetória

Alvo da Polícia Federal, a primeira-dama do Rio, Helena Witzel, tem parca experiência como advogada. Um contrato de R$ 540 mil do escritório dela com uma empresa investigada na Lava a Jato do Rio é …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Sinuca

Pivô da crise entre Sergio Moro e Jair Bolsonaro, a Polícia Federal se encontra em uma situação delicada. Com a responsabilidade de apurar as acusações do ex-ministro da Justiça, a PF se vê em risco …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Dupla dinâmica

Os ataques de Jair Bolsonaro ao STF têm na mira principalmente dois ministros, Alexandre de Moraes e Celso de Mello, que o Presidente elegeu como inimigos próprios. Ontem, Bolsonaro compartilhou um …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Em série

Além de mostrar a tentativa de interferência indevida na Polícia Federal para proteger amigos e família, a reunião ministerial revelou ação semelhante de Jair Bolsonaro no Iphan, responsável por …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Inteligência

A declaração de Jair Bolsonaro, dada na sexta (22) à rádio Jovem Pan, para tentar justificar o que seria seu sistema particular de informações foi considerada um tiro no pé por advogados criminalista…


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

De onde veio

Virou mistério para integrantes do Ministério da Saúde o responsável pela nomeação de Zoser Hardman de Araújo para o cargo de assessor especial do ministro. Causou mais estranheza o fato de ele ser …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Ritmo de festa

Um dos nove militares nomeados por Jair Bolsonaro para o Ministério da Saúde na terça-feira, Giovani Camarão, futuro coordenador de Finanças do Fundo Nacional de Saúde, publicou foto nas redes …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados