search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Cariacica abre vagas para vacinar adolescentes e reforço para idosos

Notícias

Publicidade | Anuncie

Coronavírus

Cariacica abre vagas para vacinar adolescentes e reforço para idosos


 (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil) (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil)

Após o governo do Estado anunciar o início da vacinação de adolescentes contra a covid, as prefeituras começam a se movimentar e abrir agendamento para esse público. Cariacica vai abrir vagas nesta quarta-feira (15) para começar a imunização desse grupo e a dose de reforço para idosos de 60 anos, que receberam a segunda dose há cinco meses.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Cariacica (Semus), a marcação será aberta às 14 horas para a primeira dose de adolescentes de 12 a 17 anos com comorbidades, deficiências permanentes, privados de liberdade, gestantes, puérperas e lactantes, e de 15 a 17 anos sem comorbidades.

Também serão abertas vagas para a terceira dose de idosos de 60 anos ou mais, que receberam a segunda dose há pelo menos cinco meses, independente do imunizante recebido.

Também às 14 horas, de quarta, serão abertas vagas para segunda dose das vacinas Pfizer e Coronavac.

"A Semus aguarda o recebimento de novos lotes da vacina AstraZeneca por parte do Ministério da Saúde para abrir o agendamento", informou.

O agendamento é feito por meio do vacinaeconfia.es.gov.br. Tanto para os adolescentes, quanto para a dose de reforço em idosos, a vacina que será aplicada é a da Pfizer.

Reforço

Os idosos com 60 anos ou mais devem observar a data de aplicação da segunda dose antes de agendar a dose de reforço. Para a vacinação deste sábado (18), é preciso que a pessoa tenha recebido a segunda dose até dia 21 de abril.

Laudo de comorbidades

Para a vacinação dos adolescentes com comorbidades, além de um documento de identificação com foto, é preciso apresentar um laudo médico ou declaração do enfermeiro que ateste a comorbidade datado dos últimos três anos (2018) para condições permanentes e 90 dias para condições adquiridas e transitórias (por exemplo, gestantes, puérperas e lactantes). O laudo médico ou a declaração do enfermeiro ficarão retidos no ato da vacinação.

Os adolescentes com comorbidades que já foram atendidos nas 29 unidades básicas de saúde (UBS) do município podem ser dirigir a qualquer uma delas para receber o laudo atualizado. Com o sistema de prontuário eletrônico, o enfermeiro da UBS consegue acesso aos dados do paciente e, dessa forma, emite uma declaração da comorbidade existente. Todas as unidades de saúde estão aptas a fazer esse atendimento para fornecer o laudo.

As resoluções que orientam a vacinação do grupo com comorbidades foi definida pela Comissão Intergestores Bipartite (CIB), da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).


Confira a lista de comorbidades

  • Diabetes mellitus;

  • Pneumopatias crônicas graves;

  • Hipertensão arterial;

  • Insuficiência cardíaca (IC);

  • Cor-pulmonale e Hipertensão pulmonar;

  • Cardiopatia hipertensiva;

  • Síndromes coronarianas;

  • Miocardiopatias e Pericardiopatias;

  • Doenças da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas;

  • Arritmias cardíacas;

  • Cardiopatias congênitas no adulto;

  • Próteses valvares e Dispositivos cardíacos implantados;

  • Doença neurológica crônica;

  • Doença renal crônica;

  • Imunossuprimidos;

  • Hemoglobinopatias graves;

  • Obesidade mórbida;

  • Síndrome de down;

  • Cirrose hepática;