search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Caravanas vêm até da Bahia e de Minas para ver Bolsonaro no Estado

Notícias

Publicidade | Anuncie

Política

Caravanas vêm até da Bahia e de Minas para ver Bolsonaro no Estado


Bolsonaro  vem ao Estado entregar casas populares em São Mateus (Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil)Bolsonaro vem ao Estado entregar casas populares em São Mateus (Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil)

Aguardando a visita de Jair Bolsonaro (sem partido) para a entrega de casas populares, na sexta-feira, às 15h30, em São Mateus, no Norte do Estado, apoiadores do Presidente prometem fazer grande recepção para ele em sua chegada ao município.

Caravanas vindas de diversas partes do Estado, da Bahia e de Minas Gerais estão previstas para se concentrarem, a partir do meio-dia, no pátio de uma concessionária de veículos localizada na BR-101, perímetro urbano da cidade mateense. Com o apoio de um trio elétrico, os organizadores prometem muita música e festa.

“No começo achamos que ia ser um movimento pequeno, concentrado mais aqui na região, mas na medida que foi correndo a notícia da visita o número de caravanas foi aumentando”, conta o professor Marcelo Suzart, um dos organizadores da recepção.

Segundo Marcelo já existem caravanas confirmadas de Teixeira de Freitas, Prado, Mucuri, Nova Viçosa, na Bahia; e de Nanuque, Mantena e cidades próximas, em Minas Gerais.
Do Estado, confirmaram grupos de Montanha, Pedro Canário, Conceição da Barra, Pinheiros, Nova Venécia, Vila Pavão, São Gabriel da Palha, Sooretama, Linhares, Aracruz, Marilândia, Santa Maria de Jetibá, Castelo, Guarapari, Vitória e Vila Velha.

Marcelo Suzart disse que não tem como prever quantas pessoas estarão presentes, mas acredita em uma média de cerca de 30 pessoas por caravana, o que daria só com as 22 cidades citadas por ele em 660 pessoas.
Sobre possível aglomeração em meio à pandemia, ele disse que cada pessoa que participar deverá ser responsável por sua segurança. “Quem estiver doente e com diagnóstico da doença não deve ir, acho que cada um é responsável por si”.

A deputada federal capixaba Soraya Manato (PSL), que é aliada do Presidente, disse que a agenda de Bolsonaro em São Mateus está confirmada, assim como o sobrevoo no Mestre Álvaro, mas que ela está tentando negociar com o coordenador da visita que ele tenha contato com o público na agenda da Grande Vitória.
 

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.