search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Candidíase: o que incluir e evitar na alimentação?
Nutridicas
Gabriela Rebello

Gabriela Rebello


Candidíase: o que incluir e evitar na alimentação?

 (Foto: Freepik) (Foto: Freepik)

Causada pelo fungo Candida albicans, a candidíase é uma infecção vaginal bastante comum entre as mulheres - apesar de ainda ser um tabu para muitas delas. O fungo que causa essa infecção faz parte da flora vaginal saudável e pode ser encontrado no organismo, mas em pequenas quantidades. Porém, se esse organismo está debilitado, seja por estresse, baixa imunidade (e até mesmo TPM), os fungos se multiplicam e podem causar a infecção. Por ser quente e úmida, a região genital feminina acaba sendo o ambiente perfeito para a proliferação do fungo. Ela pode ser bastante desagradável, mas é fácil de ser tratada, então pode respirar mais aliviada agora!

  • Inclua na sua alimentação alimentos e suplementos que tenham a função antifúngica: orégano, tomilho, alecrim, óleo de coco, alho.
  • Fibras prebióticas que estimulam boas bactérias e ajudam no controle: biomassa de banana verde, farelo de aveia...
  • Exclua os alimentos que são fontes de contaminação por micotoxinas ou favorecem a proliferação de fungos: Alimentos com pontos de bolor como pães, bolachas e torradas, bebidas fermentadas do tipo vinho e cerveja, frutas secas pelo alto teor de frutose, castanhas e frutas secas também podem estar contaminadas por fungos.
  • E não se esqueça, se mantenha bem hidratada, mantenha a higiene da região íntima, pratique atividade física regularmente e mantenha o sono em dia.

Mas atenção: essas dicas não excluem a necessidade de um acompanhamento individualizado.