search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Cachoeirenses criticam fala de ministro, mas comemoram recomendação de turismo na cidade

Notícias

Publicidade | Anuncie

Cidades

Cachoeirenses criticam fala de ministro, mas comemoram recomendação de turismo na cidade


Mesmo criticando trechos da fala do ministro da Economia, Paulo Guedes, o cachoeirense de uma forma geral ficou feliz ao ver sua terra natal ser lembrada como destino turístico para brasileiros que não tem condições de viajar para o exterior.

 (Foto: Alessandro de Paula )
(Foto: Alessandro de Paula )
“Vai passear ali em Foz do Iguaçu, vai passear ali no Nordeste, está cheio de praia bonita, vai para Cachoeiro de Itapemirim conhecer onde Roberto Carlos nasceu, vai conhecer o Brasil”, disse durante seminário em Brasília.

O cronista, Higner Mansur disse que gostou quando o ministro citou Cachoeiro e Roberto Carlos: “É um grande cantor, com mais de 50 anos fazendo sucesso”, afirmou. Mas ressalta que ele falou ‘bobagem’ ao se referir às empregadas domésticas.

“Ao citar Cachoeiro de Itapemirim, o ministro deu provas de que até quando se faz errado algo pode ser positivo. Achei ridícula a fala dele com relação às empregadas. A única coisa certa que o ministro fez foi falar de Cachoeiro e elogiar um grande cantor, que é Roberto Carlos, com mais de 50 anos fazendo sucesso, sendo o primeiro do país. É o errado que deu certo”, disse.

 (Foto: Alessandro de Paula)
(Foto: Alessandro de Paula)
O advogado e professor, Romulo Louzada Bernardo, também acha que a fala pode trazer benefícios para a cidade. “Considero uma infelicidade do ministro pela forma como expressou uma ideia que me parece não ter nada de errado. Foi uma fala infeliz. Mas acabou prestando um bom serviço para Cachoeiro, pois no momento que a cidade passa por grande tragédia, com enchente que arrasou tudo, pelo menos é lembrada por alguém de Brasília, do poder. Quem sabe isso não gera algum benefício para nós?”, disse.

“A única coisa que achei legal dentro do que o ministro disse foi quando ele citou o nome da nossa cidade, divulgando Cachoeiro para o Brasil inteiro. Muita gente nem conhece Cachoeiro. Mas creio que nas outras palavras ele foi muito infeliz, citando empregadas domésticas de um jeito ruim, disse o barista José Luiz Garcia Barbosa.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados