X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Brasil

Tragédia com as enchentes no Rio Grande do Sul soma 155 mortos

89 pessoas ainda estão desaparecidas e 806 estão feridas


Imagem ilustrativa da imagem Tragédia com as enchentes no Rio Grande do Sul soma 155 mortos
76.955 pessoas continuam desabrigadas e 540.633 foram desalojadas |  Foto: Mauricio Tonetto / Secom

As fortes chuvas do Rio Grande do Sul causaram ao menos 155 mortes, de acordo com boletins divulgados na manhã deste domingo (19). O número pode aumentar nos próximos dias, já que ainda há 89 desaparecidos. São 806 feridos.

No total, 463 municípios foram afetados, sendo que 76.955 pessoas continuam desabrigadas e 540.633 foram desalojadas.

Conforme o governo do Rio Grande do Sul, 82.666 pessoas foram resgatadas.

O nível do lago Guaíba chegou na manhã deste domingo a 4,35 metros, retomando tendência de queda após repique durante as chuvas do último fim de semana.

As aulas foram suspensas nas 2.338 escolas da rede estadual e mais de 378 mil alunos foram impactados. Sâo 1.058 escolas afetadas, 570 danificadas e 86 servindo de abrigo. Em 491 escolas, não há previsão de retorno às aulas.

Ainda há 191 mil pontos sem energia elétrica.

Nas rodovias do estado, 83 trechos seguem com bloqueios totais ou parciais.

SITUAÇÃO NO RS APÓS AS CHUVAS

- 155 mortes

- 89 desaparecidos

- 806 feridos

- 76.955 desabrigados (quem teve a casa destruída e precisa de abrigo do poder público)

- 540.633 desalojados (quem teve que deixar sua casa, temporária ou definitivamente, e não precisa necessariamente de um abrigo público –pode ter ido para casa de parentes, por exemplo)

- 2.321.973 pessoas afetadas no estado

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: