X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Brasil

Suspeito de invadir celular e compartilhar fotos íntimas das cunhadas é preso

O homem é casado com a irmã das vítimas


Imagem ilustrativa da imagem Suspeito de invadir celular e compartilhar fotos íntimas das cunhadas é preso
Homem foi preso suspeito de invadir celular das cunhadas e compartilhar fotos íntimas delas |  Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Um homem de 43 anos foi preso por suspeita de invadir o celular, compartilhar fotos íntimas das cunhadas e ameaçá-las em Minas Gerais.

As duas mulheres têm de 26 e 20 anos, e são cunhadas do suspeito. Além de ser casado com a irmã das vítimas, ele é padrinho do filho de uma delas.

Leia mais notícias Nacionais aqui

As investigações mostraram que a mulher mais jovem tinha o conteúdo roubado há anos, quando ela ainda era adolescente. Ainda de acordo com a polícia, ele enviava as imagens das vítimas para perfis falsos que ele mesmo criava.

Uma das mulheres percebeu que alguém havia invadido seu celular e capturado fotos e vídeos íntimos. Ela disse que bloqueou o compartilhamento automático quando viu o acesso remoto e procurou a polícia em fevereiro deste ano.

O suspeito passou a enviar mensagens à mulher, com ameaça de divulgar as fotos e exigindo que ela continuasse o compartilhamento.

Uma vez, ele postou o conteúdo em um site de pornografia e enviou o link à vítima. Segundo explicou o delegado Gabriel Teixeira da Silva, ele disse que divulgaria o acesso a pessoas próximas à mulher.

"Conhecedor de meios tecnológicos e possuidor da confiança da vítima, o investigado conseguiu explorar o conteúdo disponível no celular. Desde então, de forma anônima, vinha promovendo ameaças, chantagens e constrangimentos", disse o Delegado Gabriel Teixeira da Silva

SUSPEITO TENTOU APAGAR PROVAS

Em maio deste ano, o homem foi alvo de busca e apreensão. Depois disso, a polícia percebeu que ele passou a tentar excluir o conteúdo e eliminar provas digitais.

Além disso, o suspeito continuou impondo violência psicológica contra a vítima de 26 anos: "Fato este que veio a agravar o dano emocional, por meio de constrangimento, humilhação e ridicularização em seu contexto familiar", disse o delegado.

Ele foi preso preventivamente na última sexta-feira (30), na segunda fase da operação Laços de Família, da Polícia Civil, em Belo Horizonte.

O suspeito responderá pelos crimes de perseguição, invasão de dispositivo informático, divulgação de nudez, violência psicológica contra a mulher e adquirir fotografia e vídeo que contém pornografia envolvendo adolescente.

Leia mais 

TRF mantém suspensão de instalação de tirolesa no Pão de Açúcar

Censo 2022: o que explica a queda populacional em diferentes capitais

Mulher de 25 anos morre após receber descarga elétrica em festa

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: