X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Brasil

Suspeito de esfaquear a ex é morto a tiros em Carapicuíba por pessoa que afirma que a defendeu


Um homem, de 41 anos, morreu baleado no momento em que supostamente esfaqueava sua ex-companheira, de 49 anos, na manhã desta sexta-feira, 19, na área rural de Carapicuíba, cidade da região metropolitana de São Paulo. A mulher sobreviveu e foi levada a um hospital da região.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP), o caso está sob investigação no 2° Distrito Policial de Carapicuíba, mas, conforme apuração inicial, o homem que realizou o disparo de arma de fogo teria visto o suspeito atacando a vítima com uma faca e atirado para defendê-la.

"A mulher foi encaminhada ao hospital da região. Foram solicitados exames junto ao Instituto Médico Legal (IML) e o caso foi registrado como tentativa de homicídio, homicídio e violência doméstica", afirma a pasta.

O atirador, segundo a secretaria, tinha autorização para posse de arma de fogo do tipo Colecionador, Atirador Desportivo e Caçador (CAC). Não foi informada qual era a relação dele com a mulher que foi esfaqueada e/ou com o homem que morreu.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: