X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Brasil

Suposta bomba em aeroporto no Paraná era pacote de coxinhas, diz PF

Voo foi cancelado e aeroporto foi fechado por conta de ameaça


Imagem ilustrativa da imagem Suposta bomba em aeroporto no Paraná era pacote de coxinhas, diz PF
Polícia Federal foi acionada para verificar a ameaça |  Foto: Divulgação / PF

Uma ameaça de bomba fez o aeroporto de Foz do Iguaçu (PR) ser fechado na noite de domingo (11). O pacote, no entanto, tinha coxinhas.

Um dos passageiros disse à comissária de bordo que estava com uma "bomba". O voo partia do Aeroporto Internacional das Cataratas para Santiago, no Chile, por volta de 21h. 

Leia outras notícias nacionais aqui

"A aeromoça pediu que ele guardasse o objeto, e ele disse: 'mas é uma bomba'. E o importante neste caso é que não foi só uma aeromoça que ouviu. Foram duas aeromoças e outros passageiros também. Inclusive, houve um certo alvoroço a bordo quando ele falou isso", delegado da PF Marco Smith.

A Polícia Federal foi acionada para verificar a ameaça, o aeroporto foi fechado para pouso e decolagem, e o avião foi evacuado e direcionado para um local afastado e seguro.

Durante a inspeção, nenhuma ameaça foi encontrada e os policiais detectaram que o homem levava um "pacote de coxinhas". O voo acabou sendo cancelado. 

O passageiro, que era estrangeiro, foi detido em flagrante por expor a perigo a aviação. Depois de ser retirado da aeronave, ele foi levado para o posto da PF. Ele ficou em silêncio durante o depoimento, e estava calmo segundo o delegado. 

Segundo a polícia, o passageiro trabalha no ramo da hotelaria e estava viajando a serviço. Ele deve passar por audiência de custódia na tarde desta segunda-feira (12). Se condenado, pode pegar até cinco anos de prisão.

"Em conversas informais foi detectado que ele [passageiro] tinha um pacote de coxinhas e seria isso que ele teria dito que seria a suposta bomba. [...] Uma afirmação de que haveria uma bomba a bordo é bastante séria, e tem que ser averiguada e descartada", disse o Delegado Marco Smith

O UOL tenta contato com a empresa aérea para saber quais procedimentos foram tomados, e se os demais passageiros já conseguiram concluir a viagem. Caso tenha retorno, esta nota será atualizada.

LEIA TAMBÉM:

PF prende três suspeitos de tentar embarcar explosivos em voo em Belém

Mulher é resgatada após 3 anos em cárcere privado em MG; suspeito foi preso

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: