X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Brasil

SP tem a menor temperatura do ano, com 11ºC, aponta Inmet


A cidade de São Paulo registrou a menor temperatura mínima do ano na madrugada desta quarta-feira, 29, de acordo com a Defesa Civil do Estado de São Paulo. Por volta das 4 horas, os termômetros da estação automática do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) do Mirante do Santana registraram temperatura de 11°C. A menor temperatura mínima registrada até o momento, havia sido de 14,2°C no dia 19 de abril. Para os próximos dias, incluindo o feriado de Corpus Christi, celebrado nesta quinta-feira, 30, a expectativa é de frio e tempo seco. Não há previsão de chuva.

Nesta quarta-feira, o dia amanheceu gelado na capital paulista com termômetros em média na casa dos 10°C. "Entretanto, nos bairros mais afastados do centro expandido, principalmente no extremo da zona sul, a sensação de frio foi maior. Engenheiro Marsilac, distrito de Parelheiros, registrou mínima de 4,8°C", afirma o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura de São Paulo. O dia deve ser marcado por sol entre poucas nuvens e pequena amplitude térmica, gerando desta forma sensação de frio no decorrer dia.

Nos próximos dias, as temperaturas se mantêm baixas, com madrugadas e noites geladas na capital paulista e cidades vizinhas da Grande São Paulo, de acordo com o órgão municipal.

Conforme a Climatempo, o desenvolvimento de uma segunda frente fria no decorrer da terça-feira, 28, trouxe o ar frio a partir da noite de terça para praticamente todas as regiões paulistas.

Na quinta-feira, o cenário atmosférico permanece inalterado na cidade de São Paulo. "A madrugada deve ser fria com termômetros ao redor dos 10°C e abaixo deste valor nas regiões mais periféricas e distantes do centro expandido da cidade, principalmente no extremo da zona sul.

Na sexta-feira, 31, último dia do mês, o ar frio segue atuando com mais uma madrugada gelada e termômetros em torno dos 11°C. Mesmo com a presença do sol ao longo do dia, a sensação será de bastante frio. A máxima fica em torno dos 18ºC.

De acordo com a Meteoblue, a temperatura máxima começa a subir um pouco entre sábado, 1º, e domingo, 2, ficando na casa dos 20ºC. A tendência deve ser mantida no início da próxima semana.

Veja a previsão do tempo para os próximos dias em São Paulo:

- Quinta-feira: entre 11ºC e 16ºC;

- Sexta-feira: entre 11ºC e 18ºC;

- Sábado: entre 12ºC e 22ºC;

- Domingo: entre 13ºC e 24ºC.

Segundo a Climatempo, na Baixada Santista e no litoral norte, a expectativa é de muitas nuvens, alguns períodos com garoa e chuva fraca pelo menos até sexta-feira. No interior paulista, a previsão é de tempo firme e dias ensolarados, mas sem o calorão intenso.

Operação Baixas Temperaturas na cidade de São Paulo

Com a previsão de frio intenso nos próximos dias, a Prefeitura de São Paulo retomou na segunda-feira, 27, a Operação Baixas Temperaturas (OBT), acionada sempre que os termômetros ou sensação térmica atingem 13°C ou menos.

Ao menos dez tendas foram montadas em pontos estratégicos das cinco regiões da cidade para atendimento e acolhimento da população em situação de rua ou vulnerabilidade.

Segundo o município, em 30 de abril foi publicada a portaria intersecretarial 514/2024, que estabelece o Plano de Contingência para Situações de Baixas Temperaturas, com vigência até 31 de outubro de 2024.

As tendas funcionam das 18h à 0h, e ofertam alimentos como sopa, pão, chocolate quente, chá e água. "Além disso, são distribuídos cobertores e feitos os encaminhamentos para serviços de acolhimento da rede socioassistencial. As tendas contarão também com profissionais da saúde que farão a atualização vacinal dos atendidos, se necessário", afirma a prefeitura.

Durante a vigência da operação, haverá aumento de vagas em serviços da rede socioassistencial já existentes e criação de novos serviços para acolhimento emergencial. Até o momento, já estão disponibilizadas 1.200 vagas emergenciais e de acolhimento.

Com relação aos pets, veterinários atuarão nas tendas para examinar os animais companheiros das pessoas em situação de rua. Serão distribuídos para eles potes para hidratação e petiscos.

A população em geral pode ajudar às pessoas em situação de rua solicitando uma abordagem social por meio da central 156. A ligação é gratuita.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: