X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Brasil

São Paulo tem alerta para temporais; veja áreas de risco maior


Fortes temporais devem atingir o Estado de São Paulo até a noite desta quarta-feira, 21, de acordo com previsão da Climatempo. "Grandes e intensas áreas de instabilidade associadas ao ar abafado e ao padrão de circulação de ventos nas camadas da média e alta atmosfera se espalham sobre São Paulo, provocando temporais e chuva volumosa em muitas áreas do Estado", afirma a empresa de meteorologia.

De acordo com a Climatempo, as instabilidades motivam a formação de muitas nuvens carregadas de chuva e a situação ainda será de alerta para ocorrência de chuvas frequentes e volumosas no decorrer do dia, especialmente em áreas entre a Grande São Paulo, regiões de Sorocaba e Campinas, Baixada Santista, Vale do Paraíba, áreas próximas à divida com o sul de Minas e litoral norte paulista.

"Há risco de alagamentos, transbordamento de córregos e rios e potencial para deslizamento de terra e queda de barreira em áreas de encosta, haja vista o encharcamento do solo", prevê a empresa de meteorologia.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o alerta de perigo para chuvas intensas é válido até as 23h59 desta quarta-feira, embora possa ser atualizado. "No período há expectativa para chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos (60-100 km/h), e queda de granizo", reforça o órgão. Também há risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e alagamentos.

Nesta quarta-feira, a capital paulista amanheceu com bastante nebulosidade. As temperaturas seguem em elevação ainda pela manhã. No período da manhã, há probabilidade de pancadas de chuva isolada com fraca intensidade, mas que ganham força entre a tarde e o período da noite, elevando o volume de chuva de forma significativa, de acordo com o Centro de Gerenciamento da Prefeitura de São Paulo (CGE).

Na quinta-feira, 22, o dia segue com previsão de chuva isolada desde o período da manhã. "A partir do início da tarde, a instabilidade atmosférica passa a atuar com maior intensidade na forma de pancadas isoladas, mantendo o potencial para a formação de alagamentos, transbordamentos de rios e córregos, além de queda de árvores, por causa de eventuais rajadas de vento, conforme o CGE.

A Meteoblue reforça ainda que há previsão de chuva pelo menos até a próxima segunda-feira, 26.

Veja a previsão para os próximos dias na cidade de São Paulo:

- Quarta-feira: entre 20ºC e 24ºC;

- Quinta-feira: entre 20ºC e 27ºC;

- Sexta-feira: entre 21ºC e 29ºC.

Tempestade Akará

Com relação a tempestade tropical Akará que atua sobre parte do País, segundo a Climatempo, o fenômeno não tem influência direta na chuva nem em ventos fortes que possivelmente ocorram no continente. Conforme o CGE, imagens de radar e satélite mostram a tempestade Akará sobre o oceano, na costa da região Sul do Brasil, porém bastante afastada do continente.

"Na sua trajetória, o sistema provoca ventos fortes e mar agitado, o que traz impacto sobre a navegação marítima", reforça o órgão municipal. Na porção continental, uma área de baixa pressão atmosférica (cavado) deve provocar chuvas fortes sobre o Sudeste, prevê o CGE.

"Os temporais são das nuvens cumulonimbus, que provocam fortes pancadas de chuva e que crescem fartamente sobre o País por causa da grande disponibilidade de ar quente e úmido. Mas, a tempestade tropical causa ventos fortes sobre o oceano e isso deixa o mar agitado na costa do Sul e do Sudeste e os navegantes precisam ficar atentos aos avisos da Marinha do Brasil", acrescenta a Climatempo.

Confira orientações:

- Em caso de rajadas de vento: não se abrigue debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda;

- Se possível, desligue aparelhos elétricos e quadro geral de energia;

- Obtenha mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: