X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Brasil

Pedágio em rodovias no litoral de SP: saiba como vai ser


A concessão de 213 quilômetros de rodovias que ligam o Alto Tietê ao litoral sul de São Paulo terão uma mudança no pagamento de tarifas de pedágio. O trecho deverá contar com um modelo de pagamentos automático, o free flow.

A concessão do Lote Litoral contempla as rodovias SP-055 (Rodovia Padre Manuel da Nóbrega), SP-088 (Mogi-Dutra) e SP-098 (Mogi-Bertioga). O leilão do lote dessas vias está agendado para a próxima terça-feira, 16.

Pelo modelo free flow, motoristas não precisam parar em praças físicas de pedágio. O pagamento é feito automaticamente por meio de uma espécie de adesivo instalado no para-brisa do veículo, que se comunica com pórticos localizados no trajeto. O débito do valor da tarifa é realizado automaticamente.

Segundo a agência reguladora de transportes do Estado, a Artesp, o sistema permitirá maior fluidez no trânsito e redução de custos operacionais. Os valores dos pedágios irão variar entre R$ 1 e R$ 6.

No caso dos carros, o pagamento automático gera desconto de 5% na tarifa. Há ainda o benefício do DUF (Desconto de Usuário Frequente): a cada passagem no mesmo mês, são aplicados descontos progressivos.

Motoristas sem a tag terão a leitura da placa do veículo, feita por meio de câmeras. Um portal eletrônico será disponibilizado pelo concessionária para pagamento da tarifa.

Antes da viagem, a Artesp aconselha que os valores e formas de pagamento aceitos sejam consultados para evitar autuação por evasão de pedágio. A multa também pode ser aplicada a motoristas que não estiverem com tags devidamente liberadas para cobrança.

Na Rio-Santos, motoristas têm reclamado de multas e da dificuldade para fazer os pagamentos.

A PPP do Lote Litoral prevê a instalação de 15 pórticos ao longo de todo o trecho concedido. Como o número de pórticos é maior do que o de praças de pedágio convencionais, a Artesp acredita que o pagamento da tarifa estará mais adequado de acordo com a distância rodada por cada motorista.

- O projeto não contempla cobrança na ponte de Itanhaém, onde o tráfego será gratuito, limitando os desvios de trajeto para o viário urbano do Centro Histórico do município;

- Em Mogi das Cruzes usuários que tiverem origem ou destino no Distrito Industrial de Taboão não precisarão pagar tarifa de pedágio em um dos pórticos que será instalado nas proximidades.

- Também haverá a possibilidade de pagamento proporcional de tarifa ao trecho percorrido no km 43,1; não pagarão tarifa quando tiverem origem ou destino no centro do município.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: