X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Brasil

Lula diz que segurança pública será sempre um grande problema do Brasil


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse ver a segurança pública como "um grande problema" e disse que pretende anunciar um plano de segurança pública para o País em breve.

As declarações ocorreram em entrevista à Rádio Verdinha, do Ceará, neta quinta-feira, 20. Na ocasião, Lula relembrou uma proposta de seus mandatos anteriores de criação da Guarda Nacional, uma espécie de força auxiliar às corporações estaduais que só poderia entrar em ação caso fosse convocada pelos governadores.

A ideia, segundo ele, era criar uma força com "muita inteligência" e com "nível de informação acima da polícia tradicional". O projeto, porém, não saiu do papel. Neste governo, disse o petista, a instituição do Ministério de Justiça e Segurança Pública tem como objetivo propor algum plano para a área da segurança.

"A segurança pública é, está sendo, já foi e será sempre um grande problema deste País. Um grande problema. Nós vamos colocar as coisas no devido lugar", disse.

O presidente frisou que a gestão da área é praticamente controlada pelos Estados, já que possuem as polícias Militar e Civil. Está em discussão no plano do governo, disse Lula, qual o grau de envolvimento que os governadores terão.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: