X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Brasil

Leite pede que governo faça programa emergencial para manutenção empregos e solicita recursos


O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), pediu que o governo federal faça um programa para a manutenção de empregos nos municípios gaúchos que foram afetados pelas enchentes das últimas semanas. Já na área do turismo, o governador pediu para se colocar toda a malha aérea emergencial de forma que os municípios gaúchos não percam atividade turística.

"Estamos fazendo esse pedido e confio que será atendido também pelo governo federal, pela sensibilidade que já foi aqui expressa, pelos ministros e presidente da República, de um programa de atendimento emergencial à manutenção do emprego nesses locais afetados", afirmou Leite, em evento do governo federal de anúncio de medidas de assistência da gestão relacionadas ao Rio Grande do Sul nesta quarta-feira, 15. O evento ocorre em São Leopoldo.

No discurso, o governador falou sobre a suspensão por três anos do pagamento da dívida do Estado. Apesar de o pedido do governo gaúcho não ter sido atendido por completo, Leite reiterou que a negociação foi um "passo" e que vai dar capacidade de investimento ao Estado.

"Mas adiciono e pedimos aqui para colocar no radar do Ministério da Fazenda e do presidente Lula a perda de arrecadação que teremos por conta da atividade econômica que foi impactada", disse. "Então, se a gente quer transformar toda essa dispensa da dívida em investimento, como queremos e precisamos, possivelmente teremos a necessidade de apoio que foi dado na época da pandemia de recursos que ajudem a compensar perdas arrecadatórias", completou.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: