X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Brasil

Com enchente, pátio do Detran em Porto Alegre vira cemitério de veículos


Centenas de veículos estacionados em um pátio do Detran na zona norte de Porto Alegre ficaram submersos depois que a região foi invadida pelas águas do Lago Guaíba e do Rio Gravataí. A inundação tomou grandes proporções após extravasamento de um dique protege o bairro Sarandi, um dos mais prejudicados pela tragédia climática que atinge o Rio Grande do Sul.

As autoridades recomendaram a evacuação da área no último dia 4, quando foi identificado o transbordamento. Nesta semana, moradores começaram a retornar às suas casas, após instalação de duas bombas flutuantes emprestadas à cidade pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

O pátio atingido pela enchente fica poucos quilômetros ao sul do Rio Gravataí, próximo ao limite da capital gaúcha com a cidade de Alvorada. Nesta quarta-feira, 22, segundo monitoramento do governo estadual, o nível do Gravataí era de 5,18 metros - ainda acima da cota de inundação de 4,75 metros.

Na mesma região, a fábrica da Coca-Cola Femsa também foi tomada pela enchente. Diversos galpões foram inundados e o pátio da empresa ficou coberto de produtos que boiavam na água suja ao redor dos caminhões.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: