X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Brasil

Caminhão bate em viga e derruba passarela na Rodovia Anhanguera no interior de SP


Um caminhão basculante bateu em uma viga e derrubou parte de uma passarela no km 226,5 da Rodovia Anhanguera, em Porto Ferreira, interior de São Paulo, nesta segunda-feira, 25. O acidente ocorreu por volta das 22h45 e, segundo o Corpo de Bombeiros, não deixou vítimas.

A Arteris Intervias, concessionária responsável pela administração do trecho, afirmou que irá instaurar procedimento administrativo para apurar as circunstâncias do acidente e tomar as providências cabíveis com relação ao dano no patrimônio.

A parte da passarela que não suportou o impacto da batida ficava sobre a pista norte da rodovia que teve o trânsito interrompido durante a madrugada. Nas redes sociais, a Arteris anunciou no início da madrugada a liberação da faixa esquerda e às 4h10, a liberação da faixa direita, retomando o tráfego totalmente ainda na madrugada.

A estrutura comprometida passou por avaliação de equipes de Engenharia e Conservação da concessionária e também será submetida a uma análise técnica estrutural. "Somente após a conclusão será possível definir a programação da obra de reconstrução", disse a empresa.

A passarela ficará interditada até a finalização total das obras e a orientação para os pedestres é que utilizem a passarela do km 227 para garantir uma travessia segura.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: