X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Brasil

Brasileiro é agredido e morto após briga em praia de Portugal


Um brasileiro foi morto no domingo, 3, após um desentendimento com o funcionário de um restaurante na praia de Carcavelos, em Portugal. Bruno Ribeiro, de 22 anos, nascido em Goiânia, morava no país há cinco anos. O caso é investigado pela Polícia de Segurança Pública de Portugal.

A mãe do brasileiro, Elizete Ribeiro, aguarda a conclusão dos trâmites de emissão do passaporte para viajar e acompanhar o sepultamento do filho. Segundo o advogado que acompanha a família no caso, Frederico Marinho, uma sobrinha da mulher irá acompanhá-la devido à fragilidade emocional do momento. Desde a mudança de Bruno para Portugal, Elizete não viu mais o filho pessoalmente.

Ao solicitar o passaporte, Elizete optou pela opção de "urgência", que não seria a mais indicada pela Polícia Federal em casos como esse. Em nota, a PF afirmou que atendeu prontamente a solicitação da mulher, mas a opção escolhida por ela exigiu um prazo maior para a emissão dos documentos. "Estão devidamente confeccionados pela Casa da Moeda e encaminhados ao PEP de Goiânia, estando dentro do prazo legal de entrega (5 dias úteis), com previsão de chegada ainda no dia de hoje, às 22h em Goiânia", diz o comunicado.

Segundo o advogado, a tendência é de que, com a chegada dos passaportes, a viagem aconteça na quarta-feira, 6. "Também dependemos da ajuda do governo brasileiro para que elas possam entrar com esses passaportes em Portugal", disse. Em nota, o Ministério das Relações Exteriores afirmou que está à disposição para prestar assistência consular aos familiares de Bruno.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: