X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Brasil

Agência de viagens suspende pacotes e emissão de passagens promocionais

No Twitter, clientes reclamam que "vão ter que se virar"


A agência de viagens digital 123milhas anunciou, na noite desta sexta-feira (18), a suspensão de pacotes e emissão de passagens aéreas da linha "Promo", que oferecia valores abaixo dos praticados no mercado. Clientes que já receberam passagem, eticket ou localizador estão com as viagens garantidas, segundo a empresa.

A 123milhas afirma que devolverá o valor pago por meio de vouchers, acrescido de correção monetária ao mês de 150% do CDI --título de dívida negociado entre bancos que acompanha a taxa básica de juros. Os cupons valerão apenas para outros produtos do site (passagens aéreas, hotéis ou pacotes).

MATÉRIAS RELACIONADAS:

De acordo com a agência, todos os outros produtos à venda em seu marketplace são entregues imediatamente e não correm risco de suspensão. Os cupons valerão por 36 meses após a solicitação de reembolso, que pode ser feita neste site. As informações estão disponíveis em nota pública divulgada pela empresa no endereço da 123milhas.

Clientes também podem contatar a companhia pelo WhatsApp verificado (31) 99397-0210. A agência promete a entrega do cupom de reembolso em cinco dias úteis.

Procurada pela Folha, a 123milhas não respondeu, até a publicação desta reportagem, os motivos do cancelamento nem se haverá condições especiais para os clientes com viagens marcadas para os próximos sete dias.

No Twitter, clientes reclamam que "vão ter que se virar." O jornalista amazonense Mário Adolfo Filho foi o primeiro a divulgar informações sobre a suspensão dos pacotes promocionais.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: