search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Botafogo empata com Atlético-GO e segue na zona de rebaixamento

Esportes

Publicidade | Anuncie

Esportes

Botafogo empata com Atlético-GO e segue na zona de rebaixamento


Bruno Nazário tenta se livrar da marcação.  (Foto: Vítor Silva/ BFR)
Bruno Nazário tenta se livrar da marcação. (Foto: Vítor Silva/ BFR)

Vivendo situações parecidas na atual edição do Campeonato Brasileiro, Atlético-GO e Botafogo se enfrentaram neste domingo (27), no Estádio Olímpico, em Goiânia, e empataram por 1 a 1, gols de Victor Luis e Hyuri. O resultado não muda o momento dos dois clubes na temporada.

O time goiano soma 13 pontos e mantém posição intermediária, e a equipe carioca chega a 11 e permanece na zona de rebaixamento.

Na próxima rodada, o Atlético-GO enfrenta o Fortaleza fora de casa. No entanto, antes disso, o time jogará no meio de semana uma partida adiada contra o Corinthians e que é válida pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

Já o Botafogo passará pela mesma situação, pois encara na rodada 13 o clássico diante do Fluminense. Porém, na quarta-feira enfrentará, em casa, o Bahia, confronto da primeira rodada que foi adiado para o fim de setembro.

O destaque da partida foi Victor Luís. Jogando mais avançado, o lateral teve boa participação defensiva e marcou o gol do Botafogo no final do primeiro tempo. Mesmo tendo na sua frente o seguro goleiro Jean, o lateral converteu a cobrança de pênalti sem hesitação e abriu o placar em Goiânia.

O começo de jogo foi favorável para o Botafogo, que equilibrava as ações ofensivas e defensivas e criava certo perigo quando tinha a posse de bola. As boas investidas pelo meio campo, principalmente com Bruno Nazário, quase resultaram na abertura do placar. Outra estratégia do time carioca na partida era utilizar o atacante Pedro Raul como referência dentro da área, tanto para cruzamentos pelas laterais como um legítimo pivô.

Pelo lado dos mandantes, a postura era evitar dar espaços ao adversário e tentar aproveitar as chances que tinha no contra-ataque. Aos 26 minutos, isso quase aconteceu, quando Matheuzinho bateu cruzado e a bola passou perto da trave direita do goleiro Cavalieri.

Quando tudo indicava que os dois times iriam para o intervalo com o placar zerado, Vuaden assinalou pênallti para o Botafogo após a bola bater na mão do lateral direito João Victor. Na cobrança, Victor Luis foi seguro e bateu no meio do gol, sem qualquer chance para o goleiro Jean.

Na volta do intervalo, os donos da casa empataram logo nos minutos iniciais. Janderson recebeu bom passe perto da área e cruzou cm perfeição para Hyuri complementar para as redes e deixar tudo igual no estádio Olímpico.

Aos 45 minutos, os donos da casa tiveram chance clara de vencer a partida, porém o atacante Júnior Brandão cabeceou para fora e "tirou tinta" da trave esquerda do arqueiro botafoguense.

ATLÉTICO-GO

Jean; João Victor (Dudu), Oliveira, Gilvan, Natanael (Nicolas); Edson, Marlon Freitas, Matheus Vargas (Chico); Matheuzinho (Gustavo Ferrareis), Janderson, Hyuri (Júnior Brandão). T.: Vágner Mancini

BOTAFOGO

Diego Cavalieri; David Souza, Rafael Forster, Kanu; Kevin, Caio Alexandre (Luiz Otávio), Rentería, Bruno Nazário (Davi Araújo), Victor Luis, Pedro Raul (Kalou), Matheus Babi. T.: Paulo Autuori

Estádio: Olímpico, em Goiânia (GO)
Juiz: Leandro Vuaden (RS)
Cartões Amarelos: Gilvan e Dudu (Atlético-GO); Caio Alexandre, Kanu e Rentería (Botafogo)
Gols: Victor Luis, aos 44min do primeiro tempo (Botafogo); Hyuri aos 4min do segundo tempo (Atlético-GO)


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados