search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Botafogo e Flu pedem impugnação de itens de arbitral sobre volta do Carioca

Esportes

Publicidade | Anuncie

Esportes

Botafogo e Flu pedem impugnação de itens de arbitral sobre volta do Carioca


Presidente do Botafogo, Nelson Mufarrej é contra a volta do futebol carioca neste momento (Foto: Vitor Silva/Botafogo)
Presidente do Botafogo, Nelson Mufarrej é contra a volta do futebol carioca neste momento (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

Em documento assinado pelos presidentes Nelson Mufarrej e Mario Bittencourt, Botafogo e Fluminense, respectivamente, pediram, nesta terça-feira (26), a impugnação de itens que estiveram em pauta em arbitral da Ferj (Federação de Futebol do Rio).

A reunião do Conselho Arbitral da Série A do Campeonato Carioca realizada no dia anterior tratou do retorno das atividades e do Estadual. Ambos clubes alegam que havia decisões, como a aprovação da possibilidade de atuar fora do estado, que teriam de ser avalizadas por unanimidade e avançaram após apenas a maioria ser favorável.

As duas equipes asseguram que "muitas das questões que se pretende levar à votação passariam, necessariamente, por modificações das regras resolvidas no regulamento da Competição, o que não crível, tão pouco possível a essa altura do campeonato".

Na declaração, que tem 31 itens, os clubes ressaltam indicações de órgãos de saúde no combate à pandemia do novo coronavírus e afirmam que um "retorno precoce da atividade não essencial traz riscos absolutamente desnecessários à vida e a saúde de atletas, funcionários, seus familiares".

Em resposta, a Ferj divulgou uma nota em que afirma que o arbitral realizado na segunda (25) ocorreu "dentro dos princípios democráticos" e fez ponderações ao que classificou como "insurgência contra decisão colegiada".

"Todos os itens constantes da pauta possuem fundamentação e amparo estatutário e regulamentar. A insurgência contra qualquer decisão colegiada de que se participe, apesar de contrariar e ofender os princípios democráticos em que o acato à decisão legal da maioria deve prevalecer, muitas vezes induz a uma insatisfação, inconsistente e retumbante e a busca de um pretenso direito imaginário, que não se pode coibir ou julgar", diz trecho.

A Ferj afirma que vai analisar o documento enviado e assinado por Mufarrej e Bittencourt. As diretorias, inclusive, não descartam a possibilidade de acionarem a Justiça sobre o caso.

No domingo (24), em reunião realizada entre o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos), a Ferj e representantes dos clubes -exceto Botafogo e Fluminense- ficou acertado a volta aos treinos nesta terça e a possibilidade de o Campeonato Carioca ser retomado a partir do dia 14 de junho.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados