search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Bolsonaro sobrevoa áreas afetadas por ciclone em Santa Catarina

Notícias

Publicidade | Anuncie

Cidades

Bolsonaro sobrevoa áreas afetadas por ciclone em Santa Catarina


Acompanhado de deputados aliados e do Centrão, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) realizou um sobrevoo por Santa Catarina, na manhã deste sábado, 4, sobre áreas afetadas pelo ciclone que passou pelo Estado no início da semana. O presidente desembarcou em Florianópolis às 8h15, e da pista do Aeroporto Internacional Hercílio Luz embarcou no helicóptero da Força Aérea.

Bolsonaro foi recepcionado pela vice-governadora, Daniela Reinert (PSL), já que o governador catarinense, Carlos Moisés (PSL), está em isolamento domiciliar por ter testado positivo para a covid-19. Acompanharam o presidente na comitiva o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e o secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, Alexandre Lucas Alves. Após o sobrevoo, que durou cerca de uma hora, Bolsonaro se reuniu com a equipe técnica da Defesa Civil catarinense para apresentação de um levantamento dos estragos.

O ciclone bomba que passou pelo Estado na terça-feira e quarta deixou um rastro de destruição, atingindo todas as regiões e provocando uma série de desabamentos, destelhamentos e destruição de lavouras. Nove pessoas morreram em Santa Catarina e uma no Rio Grande do Sul.

Empresa foi destruída e deixou três trabalhadores mortos em Santa Catarina (Foto: Divulgação / Prefeitura de Tijucas)
Empresa foi destruída e deixou três trabalhadores mortos em Santa Catarina (Foto: Divulgação / Prefeitura de Tijucas)

Prefeitos de cidades da Grande Florianópolis atingidas pelo ciclone também estiveram no saguão do aeroporto. A expectativa é de que o presidente libere recursos para a construção das cidades atingidas. Juliano Duarte Campos (PSB), de Governador Celso Ramos, disse que os prejuízos na cidade alcançam R$ 200 milhões. O valor é mais que o dobro da arrecadação anual da cidade, que fica na região metropolitana da capital e arrecada algo em torno de R$ 90 milhões por ano.

O presidente realizou o sobrevoo no helicóptero Super Puma, da Força Aérea, que é mais espaçoso que o helicóptero presidencial. Na aeronave embarcaram a comitiva presidencial, deputados, senadores e a vice-governadora.
 

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados