search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Bolsonaro se beneficiou de “laranjas”, acusa Bivar
Cláudio Humberto
Cláudio Humberto

Cláudio Humberto


Bolsonaro se beneficiou de “laranjas”, acusa Bivar

O presidente nacional do PSL, deputado Luciano Bivar (PE), que ontem comandou a suspensão de 14 deputados e a advertência de outros quatro, afirmou que, se houve beneficiado pelas “candidaturas laranjas” sob investigação da Polícia Federal, este foi o presidente Jair Bolsonaro.

Ele disse que foi comprovadamente produzido o material de campanha das candidaturas apontadas como “de fachada” e, em tudo, de botons a cartazes, havia fotos do candidato do PSL a presidente.

Campanha foi cara
Para Bivar, é lorota afirmar que a campanha de Bolsonaro foi barata, ao citar a propaganda, por exemplo, dos 53 deputados federais eleitos.

Não vai ter expulsão
Os suspensos preferiam expulsão, porque sairiam para o novo partido com os milhões do Fundão Sem Vergonha. Mas, a punição parou aí.

Foi um rio que passou
Bivar (foto) está resignado, mas afirmou à Rádio Bandeirantes que não se arrepende de haver acolhido Bolsonaro, nem lamenta sua desfiliação.

Crença nas instituições
O fundador do PSL diz não haver prova de irregularidades e confia na Justiça: “Tenho de acreditar que as instituições do País funcionam”.

Davi omite gastos de viagem na Black Friday
O Senado, a presidência da Casa e assessorias omitem os custos da viagem que os senadores Davi Alcolumbre (DEM-AP), Kátia Abreu (PDT-TO) e Ciro Nogueira (PP-PI) fizeram na semana passada para Orlando, Flórida, o lar da Disney e meca das promoções de fim de ano. O trio viajou na quarta-feira para “evento” da montadora Honda, mas não revelam quanto custaram as passagens, quem pagou, nem explicaram o interesse nacional no passeio em plena Black Friday.

Transparência opaca
O portal da Transparência do Senado também não menciona qualquer gasto para os três senadores irem a Orlando, a terra do Mickey Mouse.

Lobby? Imagina
Em Orlando, o trio participou da convenção de 40 anos da associação de distribuidores Honda (Assohonda), cujo site subitamente saiu do ar.

Interesses mil
Marco Antônio Costa, da Assohonda, conterrâneo de Kátia Abreu, fez o convite. Ciro Nogueira atua no ramo de revenda de carros novos.

Não foi bem assim
Os números são ruins, estatisticamente estagnados, mas melhoraram as notas do Brasil do exame Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes), entre 2015 e 2018. Em Matemática, passou de 377 para 384; em Leitura, de 407 a 413: e Ciências, de 401 para 404.

Quase inelegível
Candidato de Lula a prefeito de São Paulo, Haddad foi condenado a 5 meses em 1ª instância, por levar R$ 2,6 milhões da empreiteira UTC. Tem tudo para ser condenado em 2ª instância até outubro de 2020.

Decisão demagógica
O ministro Osmar terra (Cidadania), estudioso da questão das drogas, criticou a decisão da Anvisa de liberar a produção de medicamentos com base em uma molécula encontrada na canabis, planta da maconha. Acha que Anvisa e STF não deveriam se meter nisso.

Ele não estava nem aí
O antigo embaixador do Brasil em Lisboa, Luiz Fernando Figueiredo, ex-ministro de Dilma (PT), jamais contestava as mentiras contra o governo brasileiro na imprensa portuguesa, e também desautorizava subordinados a fazê-lo. Ganhou promoção no bem-bom de Doha.

Na conta do contribuinte
O deputado Túlio Gadêlha (PDT-PE) usa sem dó regalias. Em vez de trabalhar em Brasília, viajou à Suíça com a namorada Fátima Bernardes, para denunciar descaso do governo com “escravidão moderna”.

Que coisa feia
Foi chamada em Brasília de “manifestação do atraso” o ato da CNM, a confederação de prefeitos e vereadores, contra a extinção de municípios criados apenas para beneficiar políticos oportunistas.

Investimentos de volta
De 2010 a 2016 a participação dos recursos do mercado de capitais no investimento no Brasil caiu em todos os anos. A partir de 2017 a 2019 o investimento voltou e já representa o segundo maior nível da História.

Lupi confessa
Demitido após envolvimento em um dos escândalos de corrupção do governo Dilma, o ex-ministro do Trabalho Carlos Lupi resolveu lançar o livro “Um Golpe Contra os Trabalhadores”. Será uma confissão?

É a economia, estúpido
Está ficando cada vez mais vexatório o malabarismo do noticiário para minimizar os sinais positivos da economia.

Poder sem pudor

O pulo do gato

Inimigos, Carlos Lacerda e Juscelino Kubitschek se encontram para articular a Frente Ampla, em oposição ao regime militar. Levaram horas conversando.

A certa altura, Lacerda quis saber um velho segredo: “Como o sr. lembra o nome de todo mundo? Já tentei vários sistemas e nenhum funcionou”.

JK revelou: “Eu não lembro, mas o sujeito não quer que você se lembre, quer pensar que você lembrou. Então, eu abraço a pessoa e pergunto baixinho: 'Como é mesmo seu nome completo?'. Aí, termino o abraço e digo bem alto: 'Como vai, fulano?'. E todos ficam satisfeitos”.

Colaboram: André Brito, Jorge Macedo e Tiago Vasconcelos

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Cláudio Humberto

Privatização é só da boca para fora, no Congresso

Empresário de sucesso, habituado a ver suas decisões cumpridas sem demora, Salim Mattar fez um intensivão de política e sobre “a vida como ela é” na gestão pública, quando chefiou a Secretaria de …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Senado se aproveita do luto para gozar folga

Apesar de todas as regalias e privilégios, como salários até 15 vezes maiores que o mercado privado, o Senado não perde a oportunidade de levar vantagem em tudo. Até no momento em que seu presidente, …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Centrão nega “compromisso” para derrubar veto

O deputado Arthur Lira (PP-AL), líder do PP e do “centrão”, negou ontem compromisso de participar da articulação para derrubar o veto do presidente Jair Bolsonaro à prorrogação da desoneração da …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Maia não mexe nos juros criminosos dos cartões

Os juros criminosos das administradoras dos cartões de crédito chegam até a 600% ao ano, mas ninguém é enquadrado em crime de usura e a prática extorsiva ainda ganhou a proteção do presidente da …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Brasil reage e pode retaliar hostilidade da Noruega

A Noruega está na mira do governo pelas hostilidades ao Brasil, sob argumentos falaciosos. A hipocrisia norueguesa é conhecida: acusa o Brasil de “destruir a Amazônia”, para pretextar o boicote aos …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Governo decide reagir a falácias sobre Amazônia

O governo deve abandonar a atitude passiva e reagir, no mesmo tom, aos ataques e ou ameaças de boicote produtos brasileiros sob argumentos distorcidos ou até falaciosos sobre a Amazônia. “Chegou no …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Ação sobre dossiê prosperou mesmo sem prova

O suposto dossiê sobre servidores militantes de partidos de oposição, atribuído ao Ministério da Justiça, já estaria no campo da “fake news” se o “vale-tudo” não estivesse em vigor, no Supremo …


Exclusivo
Cláudio Humberto

“PEC do Fraldão” amplia idade-limite para o STF

Movimenta os bastidores de Brasília um conchavo ousado, que oscila entre o “sonho” e o golpe institucional, para aprovação de uma “PEC do Fraldão”, ampliando de 75 para 80 anos a idade-limite de …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Achou pouco? Moraes presidirá a eleição de 2022

Indignados com Alexandre de Moraes, que no Supremo Tribunal Federal (STF) tem anulado atos do presidente, processado seus seguidores e até cancelado o direito deles à liberdade de expressão, …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Ex-ministro culpa Fachin pela morte de Meurer

O deputado Ricardo Barros (PP-PR), que foi relator da Lei de Abuso de Autoridade, culpa Edson Fachin, ministro do Supremo Tribunal Federal, pela morte do ex-deputado Nelson Meurer na prisão, vítima …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados