Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Religião

Religião

Colunista

Redação A Tribuna

Campanha para reforma de casas

Jornal A Tribuna | 28/01/2022, 11:44 11:44 h | Atualizado em 28/01/2022, 11:45

Voluntários da Grande Vitória se mobilizam para ajudar na reforma de uma casa e reconstrução de outra residência para atender duas famílias na região. A iniciativa, promovida por jovens e adultos da Igreja Adventista do Sétimo Dia (Iasd), faz parte do projeto Missão Calebe.

Casa  que está sendo reformada pelos adventistas no bairro  Maria Ortiz.
Casa que está sendo reformada pelos adventistas no bairro Maria Ortiz. |  Foto: Divulgação
 

Os trabalhos foram iniciados nesta semana e devem durar cerca de dois meses.

São cerca de 130 voluntários envolvidos direta ou indiretamente nesta ação.

As doações estão vindo de fiéis que pertencem a cinco igrejas adventistas localizadas em Vitória e Serra e a entrega da casa deve ocorrer em até dois meses.

Os projetos estão abertos a doações. Interessados em ajudar nas construções, podem entrar em contato pelo telefone 2104-8500.

A primeira casa, localizada em Jardim Limoeiro, na Serra, abriga uma família com nove pessoas e   alguns animais de estimação. No local, os voluntários precisaram demolir a residência e realocar a família temporariamente em outro lugar.

“Não estamos apenas reformando uma casa. Estamos devolvendo a dignidade a uma família”, afirmou o pastor Patrick Duarte,   organizador da ação.

Já em Maria Ortiz, uma casa será reformada e deve ganhar, neste primeiro momento, uma área de serviço. Por conta do espaço limitado, a família de oito integrantes precisa lavar roupas no banheiro, por exemplo.

Também está no projeto reformar a frente da casa, rebocar as paredes, realizar o serviço de manutenção da parte hidráulica e por fim colocar revestimento de cerâmica na área de serviço. 

Um dos responsáveis pela reforma da casa em Maria Ortiz, Gabriel Alves conta que o templo adventista em Goiabeiras acompanha a realidade da família há algum tempo, o que motivou a realização da ação  por   voluntários.

“A família tem recebido com muita alegria esta iniciativa. Nós também nos sentimos motivados a espalhar esta corrente”.

MATÉRIAS RELACIONADAS