Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Qual a Bronca?

Qual a Bronca?

Colunista

Redação A Tribuna

Reforma de museu demorada

| 11/10/2020, 09:01 09:01 h | Atualizado em 11/10/2020, 09:18

Imagem ilustrativa da imagem Reforma de museu demorada
“Estive recentemente a trabalho na Prainha e me deparei com uma placa afixada informando a reforma do imóvel onde fica o Museu Homero Massena.

A casa, que é muito antiga, está cercada por tapumes, colocados há vários meses e bem antes da pandemia, mas nada de reforma” reclama a jornalista Daniela Ramos, que reside na Praia da Costa, em Vila Velha.

Segundo a leitora, a placa afixada na praça, em frente ao Museu, cita apenas

“Execução das obras de reforma, restauração e ampliação do Museu Homero Massena”, na qual foi incluído o número do contrato, o valor do investimento previsto de R$ 306. 804,65 e o prazo de execução de 150 dias. Por fim, o nome da empresa responsável pela execução do projeto elaborado.

“O problema é que nesta placa não cita a data de início e a previsão de conclusão, conforme determina a legislação.” Daniela relata que outro problema é que na placa não consta o nome do engenheiro responsável pelo projeto. “Se não me engano, isso está errado. Quando, afinal, começará a reforma do museu?”

A Secretaria de Cultura da Prefeitura de Vila Velha, esclarece que trata-se de um imóvel tombado e encontra-se fechado para reforma.

A obra está sendo executada com todos os cuidados. Inclusive, durante o processo de conservação e restauração do Museu Homero Massena, pinturas inéditas do artista foram descobertas nas paredes da casa.

Acrescenta ainda que se trata de uma obra de restauração e os turistas e moradores de Vila Velha ganharão um excelente presente com o restauro do museu: as novas pinturas encontradas do artista Homero Massena.

O que diz o leitor

Imagem ilustrativa da imagem Reforma de museu demorada
Daniela disse que, sendo obra pública, as placas devem conter todas as informações previstas em lei.

Vila Rubim

Trânsito caótico
Rogério Abaurre, aposentado

Imagem ilustrativa da imagem Reforma de museu demorada

“Quem quer ter um pesadelo basta ir ao Mercado da Vila Rubim, no sábado, por volta das 11 horas. Neste horário, o trânsito está uma tragédia e não há guarda de trânsito na região”.

A Guarda de Trânsito de Vitória destaca que enviará uma equipe de agentes no próximo sábado para acompanhar a situação no local.

Santo Antônio

Cavalos soltos
Neyrandley Souza Rodrigues, ajudante de Carga e Descarga

“Nas ruas sem pavimentação do bairro, cavalos circulam dia e noite, remexendo o lixo e pegando bicheira. Peço providências”.

O Centro de Controle de Zoonoses de Cariacica alega que se o cavalo estiver solto nas ruas, o dono será identificado e será responsabilizado, notificado e orientado. Denúncias no telefone: 3354-5113.

Nova Almeida

Trecho escuro
Saulo Alves Nascimento, técnico em automação

“Um trecho de 1 km, da ES-010, está no escuro desde o dia 09 de setembro, quando ocorreu um acidente com vítimas. Esse local é muito perigoso à noite”.

A Prefeitura da Serra esclarece que já está em contato com a EDP para solucionar o problema. A EDP informa que uma equipe esteve no local na última quarta-feira, dia 7, e normalizou o circuito.

Glória

Desperdício de água
Caroline Wandermurem, dona de casa

“Desde domingo (4/10), que um cano de água da rua Domingos Martins, está vazando. No mesmo dia, quatro moradores ligaram para a Cesan, que até hoje não enviou equipe para fazer reparo. É tanta água jorrando ladeira abaixo, que o piso está cedendo e pode provocar um acidente”. A Cesan informa que uma equipe eliminou o vazando no último dia 06.

Bento Ferreira

Trânsito pesado
Dilma Cozer, dona de casa

“Tenho observado que após às 22h há um trânsito intenso de diversas carretas, supercarregadas, no sentido Av. Vitória / Av. Leitão da Silva, passando pela rotatória da Av. Carlos Moreira Lima”.

A Guarda de Trânsito de Vitória explica que enviará uma equipe para verificar e fiscalizar o local solicitado. A Guarda realiza fiscalizações de combate ao tráfego de carretas em vias e horários proibidos.

Centro

Imagem ilustrativa da imagem Reforma de museu demorada
Fila quilométrica
Vênus Olyvier, esteticista

“Estive na agência da Caixa, da Princesa Isabel, no dia 29, e me deparei com uma fila quilométrica. Entrei às 11h23 e muitas pessoas ficaram na fila, sob sol forte”.

A CAIXA afirma que as unidades estão com fluxo de pessoas no interior limitado, para que seja possível manter a distância de, no mínimo, um metro entre as pessoas.


Opinião do Leitor

Copa 2022

A seleção brasileira estreia com goleada sobre a Bolívia (5 x 0) nas eliminatórias da Copa 2022. Não obstante, a seleção boliviana em nada ter melhorado suas fracas atuações em outras copas – no futebol há surpresas tipo 2014 – o resultado demonstra a extrema superioridade de nossa seleção, lembrando que a maioria dos jogadores atua no exterior, nada positivo para o atual futebol no Brasil.

Isto posto, tivemos neste primeiro jogo uma amostra bem promissora de que a nova seleção canarinho está mais do que apta para conquistar o tão aguardado hexa.

Roberto Pimentel
Praia do Canto - Vitória

Abuso

Ouvi esses dias, que a produção de soja vem batendo recorde no Brasil. Por que, então, o preço do óleo do produto apresenta aumento de 100% nos supermercados?

Onde estão a justiça, o respeito, a honestidade para com a população? Os órgãos públicos fiscalizadores e representantes do povo estão trabalhando para reverter esse quadro vergonhoso?

João Batista de Souza
Vitória - ES

Exposição

“Mamãe, vão vê os bicho?” “Vamos, Francisco. Nossa!!! Cinco reais por pessoa a partir de três anos! Não vou pagar para você, que tem três anos e meio!”

“Eu num vô vê os bicho?” “Vai, mas fica caladinho até entrarmos. Só fala dentro da exposição.” Leninha entregou um bilhete só e o menino perguntou: “Mamãe, por que eu tenho que ficá calado, hein?” O rapaz olhou para os dois e disse: “Vai, madame! Desta vez passa, mas da próxima...”

Anna Célia Dias Curtinhas
Bento Ferreira - Vitória

A padroeira

Amanhã é Dia das Crianças e Dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. É preciso tirar as crianças das ruas, dar estudo e lazer. Cristo disse: “Deixai vir a mim as crianças, não as proibais, porque o Reino de Deus é dos que são como elas”.

Peço à padroeira intercessão para que nosso povo viva em paz, sem violência, radicalismo político, corrupção e gastos exagerados dos poderes. E que as crianças abandonadas tenham um lar, preservando a inocência que leva ao reino de Deus.

Aldo José Barroca
Goiabeiras - Vitória

MATÉRIAS RELACIONADAS