Login

Imagem ilustrativa da capa de fundo do colunista

Qual a Bronca?

Imagem do colunista

Queixa com atendimento do Cras

19/11/2021 10:52:22 min. de leitura

“Estou desempregado e surgiu uma oportunidade de emprego, mas que exige uma carteira de motorista. Então, procurei o Cras de Itacibá, em busca de informações sobre como me cadastrar no Cadastro Único e, assim, contar com benefícios sociais, entre eles, a CNH, mas o atendimento no local foi muito ruim”.

Essa é a reclamação do padeiro Cristiano Wery dos Santos Ribeiro, morador do bairro Alto Laje, em Cariacica.

Imagem ilustrativa da imagem Queixa com atendimento do Cras
Centro de Referência de Assistência Social (Cras) fica na rua Itaguaçu, no bairro Itacibá, em Cariacica. Foto: Kadidja Fernandes/AT
 

Segundo ele, duas outras pessoas aguardavam atendimento do Cras de Itacibá, na rua Itaguaçu, enquanto cinco funcionárias conversavam animadamente. 

“Depois de um tempo, uma delas veio falar comigo e me entregou um formulário e uma relação com documentos que deveriam ser apresentados e disse que eu teria que agendar a entrega no telefone  3346-6260”.

Cristiano reclama que esse número só dá ocupado ou não atende, e questiona: se eu estava lá, porque não me atenderam”?

 A Secretaria  de Assistência Social de Cariacica  informa que o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) de Itacibá está trabalhando com atendimentos agendados. O agendamento para atendimentos de novembro foi aberto no dia 25 de outubro, de forma presencial e por telefone. Porém, do dia 25 em diante, a procura por atendimento para Cadastro Único aumentou substancialmente, o que fez com que a agenda se esgotasse em três dias. Por isso, o atendimento presencial foi priorizado. 

A pasta de Assistência Social de Cariacica esclarece que para ter tido direito à  Carteira Nacional de Habilitação (CNH) Social, ele deveria ter atualizado o Cadastro Único até o dia 21 de setembro – data limite exigida.