Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Qual a Bronca?

Qual a Bronca?

Colunista

Redação A Tribuna

Insegurança em rua de escola

Moradora diz que várias pessoas foram vítimas de assalto na região da escola Orlandina D'Almeida e cobra reforço no policiamento

| 12/02/2022, 11:56 11:56 h | Atualizado em 12/02/2022, 11:57

“Quero reclamar da insegurança na rua Luiz Gomes Tavares, nas imediações da EMEF Orlandina D'Almeida Lucas e do CMEI Ocarlina Andrade, principalmente no início da rua, entre a avenida Serafim Derenzi e a pracinha da rua Rui Barbosa, em São Cristóvão, Vitória”, relata a cuidadora de idosos Sueli Miranda.

“Várias pessoas já tiveram seus pertences furtados, principalmente para quem segue em direção ao ponto de ônibus na avenida. Todos os dias, desocupados ficam à espera de suas vítimas a qualquer hora, em especial pela manhã e no entardecer. Devido à iluminação precária, quem passa a pé pelo local corre o risco de ser assaltado”, destaca.

Sueli Miranda disse que, com o retorno  às aulas, o risco para os estudantes aumenta. “Peço que tanto a Guarda Municipal quanto a Polícia Militar reforcem o patrulhamento”.

A Guarda Civil Municipal de Vitória informa que realiza patrulhamento escolar em diversas regiões da capital. 

Acrescenta que agentes de proteção comunitária e da Ronda Ostensiva Municipal (Romu) realizam patrulhamento preventivo e ostensivo em toda a rodovia Serafim Derenzi, inclusive nas imediações da EMEF Orlandina D'Almeida Lucas, para garantir a segurança dos estudantes e moradores. 

A Polícia Militar do Espírito Santo afirma que realiza policiamento preventivo no local. Porém, é necessário que a população colabore com o trabalho preventivo da polícia e ligue para o Ciodes (190) sempre que indivíduos estiverem em atitude suspeita na região. Denúncias também podem ser feitas no telefone 181, onde o sigilo é garantido.

O QUE DIZ O LEITOR

Sueli pede que, de fato, a Guarda Municipal e a Polícia Militar reforcem a atuação na rua, para dar mais segurança e tranquilidade a todos.

Rua Luiz Gomes Tavares, no bairro São Cristóvão, em Vitória, onde  moradores querem    segurança reforçada
Rua Luiz Gomes Tavares, no bairro São Cristóvão, em Vitória, onde moradores querem segurança reforçada |  Foto: Antonio Moreira/AT
 

Ilha do Príncipe

Recarga de cartão
José Ocarli B. Pausem, aposentado

“Coloquei R$ 20  de crédito no CartãoGV. Fiz só uma viagem, e os créditos desapareceram. Quando fui usar, estava zerado. Como pode isso?”

O  GVBus afirma que foi identificada uma recarga do CartãoGV em nome do usuário, no valor de R$ 20, no último dia 23 de dezembro e que estes créditos foram utilizados entre os dias 19 e 22 de janeiro.

Primavera 

Tampa quebrada
Franklin Borloth Martins, motorista

“Há tempos, uma tampa de esgoto está quebrada na rua Orlando Alfredo Chutais, oferecendo risco para pedestres, ciclistas e motociclistas”.

A Secretaria de Serviços Urbanos e Ordem Pública de Viana informa que uma equipe será enviada ao local para averiguar a situação e fazer os reparos necessários nos próximos dias.

Rodovia Leste-Oeste

Acesso aos bairros ainda no escuro
Júlio César de Souza Rigoni, vigilante

“Volto a reclamar da falta de manutenção nas luminárias das ruas que dão entrada e saída para rodovia Leste-Oeste, mais precisamente próximo à entrada da Chácara dos Laranjas,  em Rio Marinho. Desde o ano passado que o local está escuro, deixando moradores expostos a riscos. Outro local crítico é embaixo da ponte que liga Vila Velha a Cariacica”. 

A Prefeitura de Vila Velha  disse que, em Rio Marinho, houve furto de fios e já está na programação a substituição e retomada da iluminação. Quanto à ponte, o município só é responsável pelo lado direito do canal. 

Imagem ilustrativa da imagem Insegurança em rua de escola
 

Centro de Vitória

Placas e bueiros
Johnson Coutinho, vigilante patrimonial

“Depois de arrancarem todas as tampas de bueiros no Centro e na Vila Rubim, estão levando até as placas com o nome das ruas. Onde anda a PM?”

A Polícia Militar afirma que realiza policiamento preventivo no local, mas é preciso que a população colabore ligando para o  Ciodes, no telefone 190, sempre que indivíduos estiverem em atitude suspeita na região.

Barramares

Calçamento de rua
Wenderson dos Santos, vigilante

“A rua Presidente Getúlio Vargas, onde está situada a nova escola, não tem calçamento e fica intransitável quando chove”.

 A secretaria de Obras de Vila Velha informa que está  mapeando  as vias do bairro que precisam de infraestrutura para buscar recursos para as obras de drenagem e pavimentação. Um paliativo será feito em breve no local.


OPINIÃO DO LEITOR


Fluminense

O time do Fluminense começou a se entrosar. Abel Braga ainda procura a melhor armação. Fora a liderança dentro de campo, o ídolo Fred já sente o peso da idade e Cano deveria ser o titular, bem como o Árias. Com eles, o Flu fica mais ofensivo e cria mais oportunidades de gol. 

A peça mais importante tem sido Luiz Henrique, o craque do time, e a defesa ganhou consistência com o “pitbull” Felipe Melo e as boas atuações do goleiro Marcos Felipe. 

A torcida precisa dar um crédito a Abel e incentivar o time. Estamos, aos poucos, encontrando o caminho certo.

Pedro V. Carrancho
Bairro República – Vitória

Assunto polêmico

Ainda é muito cedo para falar sobre eleição. É assunto polêmico que envolve várias opiniões dos eleitores. Porém, é bom lembrar aos possíveis candidatos que eles devem ter competência.

Amem, de fato, nosso País e o propósito de exercer seu mandato com honestidade e tentem cumprir o que prometeram. É dever correto da  cidadania brasileira.

Diva Dalva de Mattos Loureiro
Jardim Camburi – Vitória

Esmolas

Este jornal noticiou que o número de moradores de rua está aumentando consideravelmente. Infelizmente a lei que dá o direito de ir e vir não permite que o serviço social das prefeituras possa ajudar os que precisam, sem o consentimento do próprio indivíduo. 

Por causa dessa lei, a quantidade de indivíduos nas ruas tem aumentado muito. Enquanto existir essa lei, nada poderá ser feito para que sejam retirados das ruas os que deviam estar em tratamento de saúde mental. 

Muitos malandros e usuários de drogas se aproveitam para viverem nas ruas. O pior de tudo é que muita gente dá esmola, achando que está fazendo caridade, mas está ajudando os traficantes a ficarem mais ricos. É preciso que as prefeituras façam campanha rigorosa contra “dar esmolas”.

Orly Guerra
Itapuã – Vila Velha

Nova criatura

Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já se passaram; eis que tudo se fez novo (II Cor.5:17). 

Conversão é a entrega total da nossa vida ao Senhor Jesus Cristo. Não existe conversão sem mudança de vida, que é a grande experiência com o Espírito Santo (João 8:32).

Valdeci Carvalho Ferreira
Mata da Serra – Serra

MATÉRIAS RELACIONADAS