Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Qual a Bronca?

Qual a Bronca?

Colunista

Insegurança diária em avenida

Avenida Cariacica, uma das principais do bairro Vila Capixaba, está virando terra sem lei desde a ocupação por usuários de drogas

| 13/05/2022, 09:15 09:15 h | Atualizado em 13/05/2022, 09:15

Avenida Cariacica tem fluxo de moradores, comerciantes e visitantes
Avenida Cariacica tem fluxo de moradores, comerciantes e visitantes |  Foto: Leone Iglesias/AT
 

“Circular a pé ou mesmo de carro pelas ruas do bairro Vila Capixaba, em Cariacica, não tem sido tarefa fácil para moradores, comerciantes e visitantes, desde que a principal via do bairro, a avenida Cariacica, se transformou em ponto para compra, venda e consumo de drogas”.

É o que denuncia o auxiliar de transportes Silvano Nunes Lousada, que reside no bairro Santa Bárbara, em Cariacica.

Segundo ele, a avenida e algumas ruas perpendiculares estão se transformando na “nova cracolândia” do município, numa referência à comercialização de drogas.

Silvano quer saber quando os responsáveis vão tomar providências para coibir essa ação no bairro. “Cadê os responsáveis para resolver isso?”, questiona. 

A Secretaria de Saúde de Cariacica (Semus) informa que a equipe do Consultório de Rua realiza abordagens a essa população com o objetivo de identificar as necessidades em cuidados em saúde, como, por exemplo, encaminhamentos a consultas nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), atendimento no Centro de Referências de IST/Aids e inserção no Programa Municipal de Álcool e Outras Drogas (Promad).

Esclarece ainda que o papel do Consultório de Rua é inserir e dar apoio para que o usuário seja acompanhado na rede municipal de saúde. 

A Guarda Municipal de Cariacica monitora estes locais e realiza abordagens aos usuários quando necessário. Já as denúncias de crimes podem ser feitas pelo 190. 

A Secretaria de Assistência Social de Cariacica (Semas) também realiza abordagens. Porém, estas pessoas não são consideradas pessoas em situação de rua. “São dependentes químicos que estão fora da abrangência do trabalho desenvolvido pela equipe de abordagem de rua da Semas”.

Bronca:


Calçadas esburacadas em São Torquato, Vila Velha



Foto do leitor Ricardo de Jesus Costa
Bronca: Calçadas esburacadas em São Torquato, Vila Velha Foto do leitor Ricardo de Jesus Costa |  Foto: Ricardo de Jesus Costa
 

São Torquato

Calçada perigosa

Ricardo de Jesus Costa, comerciante 

“A administração prometeu recuperar as calçadas da avenida Robert Kennedy em janeiro, mas, até agora, nada foi feito”.

A Prefeitura de Vila Velha pede para o morador solicitar o reparo, informando o endereço completo para a Ouvidoria municipal no telefone 162, para que o proprietário seja notificado.

Marcílio de Noronha

Caminho obstruído

Marcelo Lima, motoboy

“A calçada ao longo da avenida Primavera está tomada por carros, lajotas e outros materiais de construção, impedindo a circulação em segurança dos pedestres”. 

A Prefeitura de Viana informa que o programa Minha Rua Melhor vai estruturar as ruas do município, que vão receber mutirão de limpeza, paisagismo, lâmpadas de led e pavimentação.

Ilha do Príncipe

Atendimento em UBS

José Ocarly Barcelos Pausen, aposentado

“O atendimento médico na UBS do nosso bairro está precário. Muitos pacientes ficam horas à espera de atendimento. Nenhuma providência é tomada”.

A Secretaria de Saúde de Vitória explica que a unidade atende todos os pacientes que buscam atendimento e conta, neste mês, com um médico de apoio no período da manhã.

Jardim Camburi

Rua estreita

Abília Maria Auxiliadora Lopes Luiz, agente de serviço

“Em 2019 pedimos a sinalização da rua dos Inconfidentes que é estreita e de mão dupla”.

A Secretaria de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana de Vitória informa que mandará uma equipe ao local para verificar a possibilidade de fazer mudança no local. Não há pedido formalizado de mudança, porém, vai avaliar a alteração, já que se trata de uma rua estreita.

Jabaeté

Buraco aberto

Márcia Alves Lima, balconista

“Na avenida Antônio Elias do Espirito Santo tem um buraco aberto que está provocando acidentes. Um idoso passou de bicicleta, caiu e foi parar no meio da pista. A prefeitura foi ao local, mas só jogou pó de pedra”.

A equipe da Secretaria de Obras, Planejamento e Projetos Estruturantes de Vila Velha esteve no local e incluiu o reparo na programação para manutenção da via.

Bronca


Poste de madeira na rua Misael de Assis Portes. em André Carloni, que precisa ser removido.


Foto do leitor José Renato Laranja
Bronca Poste de madeira na rua Misael de Assis Portes. em André Carloni, que precisa ser removido. Foto do leitor José Renato Laranja |  Foto: José Renato Laranja
 

André Carloni

Retirada de poste

José Renato Laranja, aposentado

“Há dez meses esperamos a retirada de um antigo poste de madeira que fica na rua Misael de Assis Portes. Até agora, a EDP não fez a remoção. Ele não está sendo mais usado desde que o novo poste foi colocado pela empresa”.

A EDP informa que o poste foi retirado do local citado na última quarta-feira, dia 11 de maio.


OPINIÃO DO LEITOR


13 de Maio

A abolição definitiva da escravidão foi motivada pelo crescimento do movimento abolicionista. População engajada, embates parlamentares, manifestações artísticas, revoltas e fugas de escravizados. Polícia e Exército não conseguiam, depois não mais queriam reprimir, forçaram o Império, após mais de 300 anos, a abolir essa mancha vergonhosa em nossa História. O projeto foi elaborado e apresentado ao Senado Imperial pelo senador Rodrigo Augusto da Silva. A votação foi rápida e, dois dias depois, em 13 de maio de 1888, a Princesa Isabel assinou a Lei Áurea, libertando em definitivo todas as pessoas escravizadas. Pós-libertação, lamentavelmente novas políticas não foram criadas.

Aldo José Barroca, Antônio Honório – Vitória

Saidinha 

Muitos presos que usufruíram da chamada saidinha do Dia das Mães, ao retornarem, traziam drogas e bilhetes para outros presidiários. Não existe nada bom que não precise ser aperfeiçoado. A ressocialização é bem-vinda, mas precisa ser mais criteriosa. Todos precisam, e principalmente os presos, que o evangelho do reino chegue aos mesmos. O que o evangelho faz, ninguém faz. É uma mudança espetacular do interior para o exterior.

Valdeci Carvalho Ferreira, Mata da Serra – Serra 

Petrobras 

Novamente em voga o tema da privatização da Petrobras em virtude dos problemas causados pela invasão da Rússia contra a Ucrânia, respectivamente dois importantes fornecedores de produtos derivados do petróleo e de alimentos, o que conturbou todo o mercado mundial e elevou os preços de quase tudo à estratosfera. A estrutura administrativa da empresa, estatal de economia mista, cria uma série de questões de gestão que aprofundam as discussões sobre sua privatização. E os consumidores, no final da cadeia de consequências, só podem torcer para que seja encontrada uma solução que atenda todos os interesses dos envolvidos no problema. Pelo jeito, vai ser difícil.

Roberto Pimentel, Praia do Canto  –  Vitória

Coletivas 

As coletivas de imprensa do técnico Tite são entediantes, tanto pelas falas do comandante da Seleção da CBF quanto pelas perguntas de muitos dos jornalistas presentes. As entrevistas pouco acrescentam e as convocações trazem raras novidades, ainda mais quando se aproxima a Copa do Mundo.

José Antônio Torres, Jardim Limoeiro – Serra

MATÉRIAS RELACIONADAS