Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Qual a Bronca?

Qual a Bronca?

Colunista

Redação A Tribuna

Falta de água em condomínio

Jornal A Tribuna | 26/01/2022, 11:11 11:11 h | Atualizado em 26/01/2022, 11:11

“Nosso condomínio, o Mirante da Vila, fica muito próximo da avenida Carlos Lindenberg, na rua Transversal, no bairro Ataíde, que, pela nova divisão territorial, passou a se chamar Colinas de Vila Velha. Mas, desde sua ocupação, enfrenta problemas devido à falta de abastecimento regular de água”, denuncia o empresário e síndico Adalberto Eduardo Campos Junior.

Condomínio Mirante da Vila,  na rua Transversal, em Vila Velha, onde 870 moradores convivem com a falta d'água.
Condomínio Mirante da Vila, na rua Transversal, em Vila Velha, onde 870 moradores convivem com a falta d'água. |  Foto: Fabio Nunes/AT

Segundo ele,  atualmente, residem no condomínio 870 pessoas, que ocupam as 296 unidades.

Adalberto relata que nem sempre a Cesan comunica oficialmente que vai faltar água na rua.

“Algumas vezes, nos enviam ofício, mas não é sempre que isso acontece e, quando chega a enviar um carro-pipa, a quantidade é insuficiente para atender a todos. Quatro mil litros nos atendem apenas por uma hora”, destaca.

O síndico afirma que hoje o maior gasto do condomínio é a compra de água. “Só no ano passado, foram mais de  R$ 12 mil gastos. Este ano, já chega a  R$ 10 mil”. 

Adalberto afirma ainda que, todo final de semana, o fornecimento de água é suspenso e, apesar das diversas solicitações formuladas  junto à empresa, nada é feito para mudar essa realidade.

“A Cesan, além de não nos fornecer água, cobra uma conta cara e não faz o ressarcimento dos valores que gastamos comprando água”, reclama o síndico.

A Cesan informa que técnicos estiveram no local e constataram que o problema é causado por instalações internas inadequadas no condomínio, que não tem reservatório e tubulações com capacidade suficiente para atender ao consumo dos residentes.

A Cesan se colocou à disposição dos moradores, que podem solicitar serviços e informações pelo telefone 115.

MATÉRIAS RELACIONADAS