Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Qual a Bronca?

Qual a Bronca?

Colunista

Redação A Tribuna

Falhas em obras de avenida

Moradores da região de Jaracaípe reclamam das obras de reforma da Abdo Saad, que causam transtornos e precisam de mudanças

Jornal A Tribuna | 23/06/2022, 11:11 11:11 h | Atualizado em 23/06/2022, 11:11

“Desde o início das obras de restauração da avenida Abdo Saad que os transtornos são muitos para moradores e motoristas que usam a via. No trecho entre a ponte e o meu bairro, as intervenções seguem sem fiscalização e o trânsito está no sistema 'Pare e Siga'”, denuncia o técnico em manutenção Éder Ari Silva Neto, que mora em Costa Bela.

Imagem ilustrativa da imagem Falhas em obras de avenida
  

Outro problema, segundo o engenheiro mecânico Aurélio Simões de Souza, do bairro São Francisco, é que as bocas de lobo instaladas estão sem proteção, o que pode causar entupimento das galerias. “Não dá para colocar uma grade de proteção?”, questiona.

Já o consultor de negócios Antônio Carlos Aprígio disse que, após a liberação da primeira etapa, moradores se uniram para pedir faixas elevadas e rampas de acessibilidade. 

De acordo com moradores da região de Jaracaípe, na Serra, o governo deu continuidade na segunda etapa, entre a avenida Guaianazes e a Praia de Capuba, sem alterar o projeto.  “Novamente fecharam o canteiro central e bloquearam os estacionamentos”, reclamou.

O DER-ES (Departamento de Edificações e de Rodovias do Estado) informa que não é usual a instalação de grades em bocas de lobo porque podem causar retenções e acúmulo de lixo. Esclarece que as limpezas das vias e bocas de lobo ficam a cargo da municipalidade.

Quanto às interdições, esclarece que para a execução dos serviços foi necessário realizar algumas interdições parciais da via para execução de drenagem e pavimentações. 

O órgão esclarece ainda que o projeto de duplicação segue as mesmas premissas da 1ª etapa onde estão sendo implantados giros de quadra previstos nas áreas de maior fluxo, para facilitar o fluxo de grandes veículos de carga e descarga. A conclusão da obra deve ocorrer neste semestre.

O que dizem os leitores:

Éder Silva Neto, Aurélio de Souza e Antônio Aprígio dizem que o governo deveria corrigir as falhas que eles apontaram para evitar novas intervenções.

Guarapari - Agência do Trabalhador: Hudson José Angelo, autônomo

“Quando o governo  reabrirá  a Agência do Trabalhador,  o Sine”?

A gerência da  Agência Regional do Trabalho de Guarapari afirma que retomou os atendimentos das  8h às 12h e das 13h às 17 horas. A Secretaria de Trabalho, Assistência e Cidadania informa que o projeto de lei para criação do Conselho Municipal do Trabalho, necessário para abertura do Sine, depende de aprovação da Câmara.

Itararé - Reparo em  orelhões: Osias de Sousa da Silva, jardineiro

“Quando é que a Oi vai recuperar os orelhões ainda instalados na Grande Vitória? Muitos estão quebrados, tiveram fios roubados e não podem ser usados por quem precisa em uma emergência. Com tanto furto de celular, o orelhão é uma opção mais segura”. 

A Oi informa que vai solicitar a verificação dos aparelhos em operação.

Praia dos Recifes - Gato doente: Patrícia Sales, assessora administrativa

“Meu gato adoeceu. Como não tenho condições de tratá-lo, acionei a Zoonoses para recolher o animal para tratamento. A equipe veio,  só olhou o animal e foi embora sem levá-lo”.

A Unidade de Vigilância em Zoonoses da Secretaria de Saúde de Vila Velha informa que o animal já foi recolhido.

Serra-Sede - Linhas transferidas: José Carlos da Silva Santos, vigilante

“Há sete anos, tenho duas linhas de celulares, mas desde que a Oi foi vendida para a Claro que estou tendo problemas. As recargas, que eram feitas sempre no dia 22, simplesmente desaparecem e não tenho como usar as linhas”.

A Claro alega que fez contato com o cliente e prestou os esclarecimentos necessários.

Jardim Camburi - Mosquitos incomodam: Enoque Sampaio, advogado

“Os mosquitos invadiram meu apartamento, que fica no terceiro andar do prédio. Acho que estão subindo de escada”.

A Secretaria de Saúde de Vitória explica que o serviço de aplicação de inseticida foi realizado 15 vezes no bairro. A última aplicação foi realizada no último domingo, dia 19. A ação é sempre das 3h às 6h.

Rodovia Darly Santos - Recuperação de pista: Renato Alves, técnico em abastecimento

Opinião

Coluna 

Qual é a Bronca ?

Vila Velha
Trecho de rodovia que está cheio de buracos e sem manutenção
Rod. Darly Santos . Entre o Atacadão e o Sesi

Foto: Leone Iglesias
Opinião Coluna Qual é a Bronca ? Vila Velha Trecho de rodovia que está cheio de buracos e sem manutenção Rod. Darly Santos . Entre o Atacadão e o Sesi Foto: Leone Iglesias |  Foto: Leone Iglesias/AT
  

“O trecho da rodovia Darly Santos, entre o Atacadão e o Sesi, precisa de obras de recapeamento. Há muitos buracos e desníveis na pista que oferecem risco aos condutores”. 

O DER-ES informa que há um projeto sendo elaborado para a readequação operacional de toda a rodovia Darly Santos.

MATÉRIAS RELACIONADAS