Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Qual a Bronca?

Qual a Bronca?

Colunista

Redação A Tribuna

Demora na recarga de cartão

| 23/10/2020, 10:26 10:26 h | Atualizado em 23/10/2020, 10:29

Terminal de Carapina
Terminal de Carapina |  Foto: Kadidja Fernandes/AT
“No último dia 15, fiquei 30 minutos para conseguir fazer uma recarga no cartão do Transcol, no Terminal de Carapina”, denuncia a enfermeira Denisia Braga Ribeiro, de Boa Vista, na Serra. Segundo ela, a dificuldade ocorre após as empresa retirarem do terminal os funcionários que auxiliavam as pessoas durante o procedimento de recarga.

“As máquinas estão sempre com problemas e não tem ninguém para ajudar.”

Denisia disse que os carros andam sujos, pedintes continuam entrando nos ônibus para abordar passageiros e a conservação do terminal deixa a desejar.

A Ceturb-ES informa que os veículos recebem limpeza diária nas garagens e são higienizados entre viagens. Nos terminais, há fiscais da Ceturb-ES e das empresas, uniformizados, que podem ajudar nesses casos. Por conta da pandemia, todos os terminais receberam pias com sabão líquido e a higienização interna foi intensificada, incluindo bancos, pilares, bebedouros, banheiros, áreas das plataformas e outras áreas comuns aos usuários e trabalhadores rodoviários.

O GVBus explica que no Terminal de Carapina, todos os dias, é possível fazer a compra de créditos e cartões na roleta de entrada, entre 5h e 23h59, tendo um reforço com mais um atendente de 14h às 22h, de segunda a sexta. Além disso, agentes de vendas do GVBus ficam à disposição dos passageiros, entre 5h30 e 18 horas, dentro do terminal. Nos finais de semana, de 6h às 16h20.

No local há ainda duas máquinas de autoatendimento (ATM), com um atendente que fica à disposição para ajudar os passageiros de segunda a sexta-feira, de 9 às 18h40. Já a loja funciona de segunda a sexta-feira, de 7h às 17 horas.
 

MATÉRIAS RELACIONADAS