Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Qual a Bronca?

Qual a Bronca?

Colunista

Redação A Tribuna

Colisões frequentes em ruas

Acidentes ocorrem na esquina da rua Álvaro Sarlo, com a rua João Bastos Vieira, na Ilha de Santa Maria, mesmo sendo vias sinalizadas

| 20/07/2022, 10:28 10:28 h | Atualizado em 20/07/2022, 10:29

No cruzamento das ruas Álvaro Sarlo e João Bastos, na Ilha de Santa Maria, em Vitória,  há colisões frequentes
No cruzamento das ruas Álvaro Sarlo e João Bastos, na Ilha de Santa Maria, em Vitória, há colisões frequentes |  Foto: Kadidja Fernandes/AT
 

“Mais um acidente ocorreu no último dia 7 de julho, em frente a minha residência, situada na esquina das ruas Álvaro Sarlo com a João Bastos Vieira, na Ilha de Santa Maria, em Vitória”, relata a professora aposentada Denise Kill Borges.

Segundo ela, desta vez o carro subiu em cima da calçada de sua  residência. 

“É por essa mesma calçada que minha família usa todos os dias ao sair e entrar em casa. Imagina se algum de nós estivéssemos lá, no momento desta colisão?”, pontua a moradora.

“Até quando a prefeitura de Vitória vai permitir que os acidentes continuem acontecendo nesse cruzamento”, questiona.

Denise afirma que a qualquer hora do dia sua família é surpreendida por freadas bruscas e acidentes envolvendo veículos e, muitas vezes, motociclistas, que ficam estirados no chão até a chegada do resgate.

Acrescenta ainda que “a administração disse à coluna que Agentes de Trânsito da Guarda Civil Municipal de Vitória (GCMV) estão realizando rondas periódicas no local, com o intuito de inibir as infrações e diminuir acidentes, mas isso não basta. Uma lombada poderia ser a solução”, destaca.

 A Secretaria de Segurança Urbana de Vitória reafirma que agentes de Trânsito da Guarda Civil Municipal de Vitória (GCMV) estão realizando rondas periódicas no local, com o intuito de inibir as infrações e diminuir acidentes.

Durante ações de fiscalização, são flagrados condutores sem CNH, alcoolizados, ou cometendo outro crime, e por isso o trabalho dos agentes é fundamental para continuar reduzindo acidentes e vítimas no trânsito.

O QUE DIZ O LEITOR

Denise disse que só a fiscalização não colocará fim aos acidentes neste cruzamento. É preciso uma lombada ou mesmo um semáforo.


Cariacica-Sede

Farmácia fechada
Renata Rangel, dona-de-casa

A farmácia da UBS de Cariacica-Sede atende a 10 bairros da região, mas está fechada há 15 dias, deixando pacientes sem medicação”.

A Secretaria de Saúde de Cariacica  informa que a atendente da farmácia testou positivo para covid-19 e, por esse motivo, a farmácia  foi fechada. Os moradores foram orientados a procurar outras unidades. O atendimento no local foi retomado no dia 18 último.

Ilha do Príncipe

Esgoto vazando
José Ocarly B.Pausem, aposentado

No Beco Jurema Barroso, em frente ao Ed. Ebenézer  tem uma caixa de esgoto vazando. Somos obrigados a conviver com o mau cheiro dia e noite”.

A Central de Serviços de Vitória informa que a manutenção cabe à Cesan. A Cesan enviou três funcionários ao local ontem, dia 19, que corrigiram o problema.

-

Bronca:


Esgoto vazando há meses no Beco Jurema Barroso, na Ilha do Principe Vitória



Foto do morador José Ocarly Barcelos Pausen
- Bronca: Esgoto vazando há meses no Beco Jurema Barroso, na Ilha do Principe Vitória Foto do morador José Ocarly Barcelos Pausen |  Foto: José Ocarly Barcelos Pausen
 

Bairro das Laranjeiras

Recarga não creditada
Paulo Renato Bordignon Garmatter, técnico de enfermagem

Fiz uma recarga no valor de R$ 35, na minha linha da Oi e coloquei outros R$ 10 no número de minha esposa, mas nenhuma das recargas foi creditada. Essa é uma situação recorrente”.

A Operadora Oi informa que entrou em contato com o cliente e esclareceu a situação.

Rio Marinho

Buraco aberto
Julio Cesar de Souza Rigoni, vigilante

“Um pequeno buraco se formou no meio da rua Novo Brasil na esquina com a rua da Serraria e, segundo moradores próximos, ele resulta de uma antiga fossa que existia na rua. Peço providências”

A Secretaria de Serviços Urbanos de Vila Velha informa que realiza manutenção periódica no bairro e enviará uma equipe no local citado.

Linhares

Reclamação trabalhista
José Carlos da Silva Santos, vigilante

“Quero formalizar uma reclamação trabalhista no Ministério do Trabalho, mas não encontro meio de formalizar esse pedido. Todos os telefones disponíveis para o trabalhador não atendem e nem a Central 158”.

A Assessoria de Imprensa do Ministério do Trabalho, não respondeu ao questionamento do leitor.

Cidade Nova da Serra

Créditos do celular
Noe Pereira de Oliveira, comerciante

“Coloquei R$ 20 em crédito na linha da Vivo, do meu sobrinho, mas os valores não foram computados. Liguei para operadora e disseram que os créditos haviam sido consumidos, sendo que ele não usou a linha”.

A Vivo informa que, em contato com o cliente, o mesmo informou que a dificuldade já foi solucionada.

OPINIÃO DO LEITOR

Amizade 

Hoje, dia 20 de julho, é comemorado o Dia do Amigo e o Dia Internacional da Amizade. Os termos amizade e amigo são derivadas da palavra amor. Amizade, relação de afeto e estima entre as pessoas, surge naturalmente. Amigo, íntimo e solidário, a ele confidenciamos alegrias, tristezas e frustrações. Homenagem às pessoas amigas: Estar só eu não desejo. / Tenho sim, alguém comigo.  / Assim, sou sempre feliz: / Me acompanha o amigo.

Aldo José Barroca
Antônio Honório – Vitória

Festival

Domingos Martins e Festival  Internacional de Inverno, são duas coisas que têm plena ligação, unidade e marca de sucesso. Não está sendo diferente na versão XXVII  do Festival Internacional  que ocorre este ano.

A cidade toda respira e vive  música erudita e popular nestes dias que acontece o evento, não diferente os músicos convidados que tem uma grande oportunidade de mostrarem seus talentos e composições, bem como, o público apreciador, o maior privilegiado e presenteado deste Festival. E quem ainda não conhece ou ainda nunca participou, eis aqui mais uma oportunidade de dar um pulo lá para conferir e se deleitar.

João Carlos Nunes Ramos
Bento Ferreira – Vitória

Guarapari

Nete e sua comadre embarcaram no trem de ferro em Governador Valadares com destino à Guarapari. Na praia deu-lhe vontade de ir ao banheiro. “Uai, cadê o banheiro?!” “Ih, comadre, aqui não tem esse trem!” “E agora?” Aí, no desespero, a turista avistou uns sacos de lixo, correu para trás deles, arriou a calçola e começou a esvaziar a bexiga. Nisso, parou um caminhão da prefeitura e os sacos foram levados pelos garis. 

Anna Célia Dias
Bento Ferreira – Vitória

Copa do Mundo

Faltam pouco mais de 3 meses pra Copa do Mundo e até agora não vi uma rua pintada, bandeirinha de ponta a ponta. Aquele clima era bom demais. Mesmo que ultimamente a gente só estava passando vergonha mesmo com a seleção do Neymar.

Mas mesmo assim, como todo brasileiro, eu mal posso esperar pelo clima de Copa do Mundo, todo mundo no bar com short e camisa do Brasil e uma cerveja em cima da mesa. Quem não gosta de Copa do Mundo, bom sujeito não pode ser.

Mauro Moisés
Ilha dos Aires – Vila Velha

MATÉRIAS RELACIONADAS