Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Plenário

Plenário

Colunista

“Sou filho das prévias”, diz Doria

| 19/08/2021, 08:41 08:41 h | Atualizado em 19/08/2021, 08:46

Com destaque na condução da pandemia em São Paulo, onde deu o pontapé da vacinação contra o coronavírus no País, o governador paulista João Doria (PSDB) ganhou, na terça-feira, no Supremo Tribunal Federal (STF), o direito de receber do Ministério da Saúde a quantidade de vacinas necessárias para a segunda dose naquele estado. Doria, porém, em entrevista para Plenário, nega que por isso tenha que ser o candidato natural do PSDB à Presidência da República em 2022.

“Sou filho das prévias. Elas fortalecem, representam um posicionamento democrático do PSDB e o fortalecimento da candidatura que venha ser vencedora. Sou um defensor das prévias e não de candidaturas naturais. Me tornei prefeito eleito em primeiro turno, em 2016, disputando as prévias. O mesmo aconteceu em 2018, onde as disputei novamente para o governo de São Paulo”, disse Doria.

Troca de apoios?
Doria, que estará no Estado amanhã e sábado em busca de apoio para as prévias do PSDB, em novembro, disse que ainda é cedo para falar quem será seu palanque no Estado. No jantar com Renato Casagrande (PSB) disse estar no cardápio apenas moqueca capixaba e vacinas. O apoio do socialista, candidato à reeleição, também dever ir à mesa.

Recurso
O Ministério Público do Estado recorreu contra os habeas corpus concedidos pelo ministro do STJ, Joel Ilan Paciornik, favoráveis aos juízes Alexandre Farina e Carlos Alexandre Gutmann, ao empresário Eudes Cecato e a Davi Ferreira, investigados no caso de suposta venda de sentença no Fórum da Serra. A Tribuna antecipou a notícia da liberação deles.

Tentar antes de gastar
A vereadora de Domingos Martins, Jessica Barcelos (Podemos), diz ter colocado para funcionar a máquina agrícola que estava parada há meses, na comunidade do Galo, atrapalhando a produção local. Enquanto esperavam da municipalidade peça de R$ 12 mil, ela foi lá e tirou o que a emperrava.

Sem partido
A Comissão de Direitos Humanos e Cidadania da Câmara de Vitória aprovou, ontem, o projeto Escola sem Partido, de Davi Esmael (PSD). “O objetivo do projeto é prevenir a prática da doutrinação política e ideológica nas escolas”, disse Esmael.
Camila Valadão (Psol), que votou pela rejeição, disse que “criar princípios norteadores educacionais excedeu a competência legislativa municipal”.
O projeto está apto agora para ir a plenário.

Queda em despesas com pessoal
Das cidades da Região Metropolitana, Vitória foi a que registrou maior queda em relação aos gastos com pessoal comparando 2019 com 2020, segundo o Anuário Finanças dos Municípios Capixabas, publicado em 2021, pela Aequus Consultoria. Em 2019, a capital gastou R$ 937,4 milhões, em 2020 foram R$ 908,3 milhões. Vila Velha vem em segundo com a maior diminuição. Foram R$ 511,5 milhões em 2019 contra R$ 505,5 milhões em 2020.

Tenho nada com isso
Eleito presidente da Câmara de Cariacica em 2021, Lelo Couto (DEM) explica que o aumento de gastos com pessoal de R$ 1,7 milhão, no Legislativo, de 2019 para 2020, não fez parte de sua administração. Diz que economizou R$ 1 milhão.

Processo seletivo
A Prefeitura de Vitória abriu seleção para contratar diretor de inovações e gerente de concessões para a Companhia de Desenvolvimento, Turismo e Inovação com salários que vão de R$ 4.231,61 a R$ 7.629,13, mais alimentação de R$ 320. Currículos: [email protected]

Violência doméstica
Projeto na Assembleia, de Rafael Favatto (Patriota) quer obrigar condomínios residenciais e comerciais a comunicarem aos órgãos de segurança casos de violência doméstica.

Jovens do campo
Eles são alvos de proposta de Marcos Garcia (PV), na Assembleia, que visa capacitá-los tecnologicamente.
 

MATÉRIAS RELACIONADAS