Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Plenário

Plenário

Colunista

Kleber Amorim

Ricardo Ferraço vai presidir o DEM

| 21/03/2021, 08:11 08:11 h | Atualizado em 21/03/2021, 08:23

O ex-senador Ricardo Ferraço se desfiliou do PSDB, onde estava abrigado desde 2016, e vai para o DEM, presidir o partido no Estado. Ricardo foi convidado pelo pai, Theodorico Ferraço, e também pelo presidente nacional democrata, ACM Neto.

“Semana passada conversei com ACM Neto, uma ótima conversa. Ele consolidou o convite para eu entrar e presidir o partido. Resolvi me desfiliar do PSDB e ir para o DEM”, disse.

O ex-senador não contou o que o motivou a deixar o ninho, mas ele era cotado para presidir os tucanos no Estado quando o presidente nacional, Bruno Araújo, liberou os diretórios regionais para prorrogarem os mandatos até o ano que vem.

Com isso, o atual presidente, Vandinho Leite, continuou no comando e para Ricardo tinha ficado a presidência do Instituto Teotônio Vilela. “Houve uma prorrogação natural dos diretórios, mas não tive nenhum problema. O Vandinho é um irmão querido, temos uma relação fraterna que se mantém”.

ON para a eleição

Após um período sabático de dois anos, atuando só na iniciativa privada, o ex-senador Ricardo Ferraço deve participar do processo eleitoral ano que vem. Mas faz mistério sobre o que irá disputar. “É uma possibilidade participar do processo eleitoral, mas não é o momento de falar sobre isso. Estamos passando por uma crise muito grande”.

“É a renovação”

Quem está feliz da vida com a mudança de partido do filho é o deputado Theodorico Ferraço (DEM), que na terça-feira vai reunir, virtualmente, o diretório para tratar da filiação. “A reunião é pra abrir caminho e ele criar novas ferramentas no partido. É uma perspectiva grande de renovação e junção de forças”. Theodorico disse que não fará parte do novo diretório.

Reforço dos vices

Reforço dos vices
Reforço dos vices |  Foto: Arte: André Felix
Além dos governadores, os vices também têm se reunido para dar uma resposta à crise da pandemia. Na última quinta, a vice-governadora, Jaqueline Moraes, participou do 1º encontro virtual do Fórum Nacional de Vice-Governadores. Ela cobrou uma coordenação nacional pela gerir a pandemia.

Se depender de Davi...

Cabe ao presidente da Câmara, Davi Esmael, colocar em votação o veto do prefeito ao projeto “Infância sem Pornografia”, do vereador Gilvan da Federal, aprovado na Câmara. Se a votação empatar, Davi vai votar para derrubar o veto. “Como autor de um projeto de lei semelhante, o vereador Davi Esmael se posicionará contra o veto do prefeito e votará dessa forma caso seja necessário”, diz nota da assessoria.

Por que a rede privada não divulga seus leitos?

Em coletiva de imprensa sexta, o secretário de Estado da Saúde disse que a situação de ocupação de leitos para Covid da rede privada é crítica. E que pessoas com plano de saúde e com muito dinheiro podem ficar sem leitos. Questionada sobre a quantidade de leitos disponíveis, a Unimed não respondeu. Disse apenas que “a Unimed Vitória reitera que está fazendo todos os esforços para responder a alta demanda que enfrenta nesse ponto crítico da pandemia.”


Galeria


Perguntar não ofende

O paciente que paga plano de saúde não tem o direito de saber se a rede expandiu o número de leitos e se vai ter como recebê-lo caso precise?

Agricultura familiar

A deputada Janete de Sá, presidente da Comissão de Agricultura da Ales, encaminhou ofício à Secretaria de Educação pedindo que os alimentos produzidos pelas cooperativas da agricultura familiar sejam comprados para os kits de cestas da Sedu.

Sem cláusula de barreira

O deputado Marcos Mansur protocolou projeto que retira a “cláusula de barreira” do curso de sargentos da PM. Atualmente, a Lei Complementar 911/2019 define que o número de vagas para cada edição do curso não pode ser superior a 4,3% do efetivo total na corporação.

De saída

A Secretaria de Estado da Saúde exonerou o diretor do Hospital Roberto Silvares, Kepler Alexandro.

MATÉRIAS RELACIONADAS