Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Plenário

Plenário

Colunista

Kleber Amorim

Renzo quer voar mais alto

| 15/03/2021, 08:13 08:13 h | Atualizado em 15/03/2021, 08:34

O deputado estadual Renzo Vasconcelos (PP), que está em seu 1º mandato na Assembleia e foi o terceiro mais votado com 42.907 votos, pode não disputar a reeleição no ano que vem. Isso porque ele tem se movimentado para voar mais alto e disputar uma vaga à Câmara Federal na 1ª eleição para deputados sem coligações para a montagem de chapas.

Questionado sobre a possibilidade de “subir” em 2022, ele respondeu: “Com certeza, estou acertando isso com o governador e com o partido”. Se bater o martelo, ele deve dividir os votos da legenda com o presidente do partido e secretário, Marcus Vicente, e com o federal Evair de Melo.

Se o martelo for batido, o PP se torna atrativo na disputa à Assembleia. Sem político com mandato na legenda, deputados de partidos mais “inchados” tendem a migrar para a sigla. Nos bastidores, já estariam ocorrendo sondagens e conversas entre os parlamentares e lideranças do PP.

Os “Sem-Partido”
Atualmente a Assembleia tem dois deputados sem partido: Zé Esmeraldo, que foi expulso do MDB, e Danilo Bahiense, que conseguiu decisão favorável para deixar o PSL sem perder o mandato. O deputado Marcos Madureira disse que também entraria na Justiça para deixar o Patriota. Mas o troca-troca de partido deve ocorrer mesmo durante a janela partidária.

Dois fatores
O secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, explicou o motivo de os pacientes de Covid-19, nesta 2ª onda, ficarem mais tempo internado na UTI (de 8 para 12 dias, na média). Segundo ele são dois fatores: melhora nas condutas médicas, evitando intubação precoce, e o aumento da população mais jovem internada, com melhores condições biológicas.

Imagem ilustrativa da imagem Renzo quer voar mais alto
Mãos à obra
O subsecretário de Defesa Social de Cariacica, Coronel Wagner, não ganhou a eleição para prefeito de Vila Velha, mas parece estar feliz na nova função. “Tenho participado de um projeto lindo: a reconstrução de Cariacica. Não ficou um lugar sequer com alagamento 2 horas depois da chuva”.

Após a tempestade...
O deputado Bruno Lamas vai empenhar R$ 300 mil, do R$ 1 milhão que tem direito de emenda parlamentar, para ajudar as famílias desabrigadas, com remédios e alimentos, após as fortes chuvas que caíram na Serra.
Já em Cariacica, o presidente da Câmara Lelo Couto protocolou uma indicação à prefeitura para que isente de impostos, como IPTU e ITBI, quem perdeu tudo nas enchentes.

Sem informações sobre violência doméstica
Levantamento feito pelo Tribunal de Contas do Estado (TC-ES) identificou que somente 28 municípios – número considerado pequeno e insatisfatório pela área técnica da Corte – informou ter realizado algum tipo de pesquisa sobre o número de casos de violência doméstica na pandemia. Na metade desses municípios (14) foi constatado aumento no número de casos de violência contra mulheres, com base em atendimentos e registros.

Galeria

Mais delegacias
O Senado aprovou o projeto de lei 781/2020, com o relatório favorável do senador Fabiano Contarato, que destina recursos da União para a criação de novas delegacias de atendimento à mulher em todo o País.

De volta
Candidato a prefeito de Guarapari no ano passado, Gedson Merízio foi nomeado assessor de Projetos de Educação Profissional da Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia.

Supersecretaria
A Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia, Inovação, Educação Profissional e Desenvolvimento Econômico, que surgiu da junção de duas pastas, vai ter três subsecretários.

Prestação de contas
O secretário de Estado da Fazenda presta contas hoje na Comissão de Finanças da Assembleia. Já na sexta-feira, será a vez da Comissão de Saúde ouvir a prestação de contas do secretário da Saúde, Nésio Fernandes.
 

MATÉRIAS RELACIONADAS