Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Plenário

Plenário

Colunista

PSB quer superar 2012

| 19/01/2020, 00:10 00:10 h | Atualizado em 20/01/2020, 18:37

O PSB, partido do governador Renato Casagrande, está trabalhando para participar das eleições em todo o Estado e superar a marca atingida em 2012, quando o partido fez 22 prefeitos. Em 2016, os socialistas elegeram apenas 5 prefeitos.

“O PSB vai participar das eleições de 78 municípios, em alguns teremos candidatos a prefeito. Em outros, a vice ou só pré-candidatos a vereadores. Em 2012 elegemos 22 prefeitos, vamos nos esforçar para ter próximo desse número ou superar. Hoje já temos 15 pré-candidatos a prefeito”, disse o presidente estadual do PSB, Alberto Gavini.

Eleger o maior número de prefeitos da sigla é também uma meta visando as eleições de 2022. Além de servir de base para uma possível reeleição de Casagrande, muitos desses prefeitos também podem ser candidatos a deputados estaduais ou federais, garantindo uma base aliada forte na Assembleia ou criando uma ponte para a vinda de mais recursos federais.

Questão de estratégia?

Ter candidatos do PSB na disputa também deixa o governador numa situação mais cômoda com relação aos apoios. Como muitos pré-candidatos são da base aliada, o governador tem sofrido pressão para escolher os que vão ganhar a bênção do Palácio Anchieta. Ter um candidato do PSB pode facilitar para que Casagrande fique neutro na disputa.

Ele é ou não é?

O deputado estadual Carlos Von (Avante), que é cotado para disputar a Prefeitura de Guarapari, escreveu num grupo de WhatsApp que não é pré-candidato a prefeito. Questionada, sua assessoria disse que em nenhum momento ele disse que era pré-candidato e que a decisão será em março. O Avante de Guarapari disse que garante a vaga para ele disputar.

Parceria

O cônsul chefe do setor político e econômico do Consulado dos Estados Unidos, Jesse Levinson, esteve no Estado e participou de uma reunião com o secretário da Segurança, Roberto Sá. Quer estreitar laços e sinalizou a possibilidade de uma parceria com o Estado nas áreas de Segurança, Comércio e Turismo.

“Temos a impressão de que as coisas aqui estão indo bem e que o Estado está conseguindo se desenvolver na região”, disse Jesse.

O São Francisco do Tribunal

Um servidor do Tribunal de Contas, que gosta muito de passarinhos, levou um comedouro (espécie de gaiola aberta) e um bebedouro (com néctar para os beija-flores) e os afixou na janela, do lado de fora da Corte. De longe dá para ver a romaria dos passarinhos em busca de comida e água.

Gandini: “Luiz Paulo entrou pela porta da frente”

O presidente estadual do Cidadania, Fabrício Gandini, disse que ainda não conversou com o diretor do Instituto Jones dos Santos Neves, Luiz Paulo Vellozo Lucas, que foi convidado para migrar para o PP e disputar a Prefeitura de Vitória. “Ele entrou pela porta da frente, é um importante quadro da nossa história política. Acredito que se ele for sair deve dialogar como fez para entrar, mas até o dia de hoje (última sexta-feira) não recebemos nenhuma informação nesse sentido”, disse Gandini, que é pré-candidato a prefeito de Vitória.

Galeria

MDB, o atrasildo!

O MDB é um dos maiores partidos do Estado, mas até agora só bateu o martelo com pré-candidaturas a prefeitos em Vila Velha e Viana. Se continuar nesse ritmo...

Chapa completa

A irmã do ex-deputado Gilsinho Lopes, Gilsete Lopes, vai disputar uma vaga na Câmara de Vila Velha pelo PTB. O partido já tem nove mulheres e 17 homens para a disputa.

Devolvido e carimbado

O deputado estadual Luciano Machado (PV) devolveu o carro oficial, adesivado, à Assembleia, na última sexta-feira. Ele disse que trabalhou durante todo o período de recesso em que permaneceu com o veículo.

Fazendo as contas

Se o PSB for lançar candidato para deixar Casagrande neutro na disputa e não arranjar confusão com nenhum dos aliados, vai faltar nome no ninho.

MATÉRIAS RELACIONADAS