Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Plenário

Plenário

Colunista

Kleber Amorim

PSB e PT mais próximos no Estado

| 09/08/2021, 07:41 07:41 h | Atualizado em 09/08/2021, 08:22

O PT não faz parte da base aliada do governador Renato Casagrande. Mas também não é oposição. Há, porém, nos bastidores, um movimento de aproximação entre as duas legendas.

Recentemente, os dois partidos sentaram para conversar e a sinalização é a de que, se o PT não tiver candidatura própria ao governo, é grande a possibilidade de fechar com o governador Renato Casagrande (PSB), na chapa à reeleição.

“Conversamos sobre o cenário, sobre os movimentos sociais. Os dirigentes do PT têm vivência conosco há muitos anos, são parceiros, independente de estar no governo e sinalizaram que podem estar na reeleição, se não tiverem candidato próprio”, disse o presidente do PSB-ES, Alberto Gavini.

“PT tem uma relação de independência, mas uma boa relação com Casagrande. Provavelmente teremos candidato ao governo, com a possibilidade do senador Fabiano Contarato se filiar ao PT”, disse o deputado Helder Salomão (PT).

Será?
O senador Fabiano Contarato ainda não bateu o martelo se irá ou não para o PT. Ele tem conversado com outras legendas e, recentemente, tem aprofundado conversas com o PSB – já teria conversado até com o presidente Carlos Siqueira – e com o PDT, em reuniões também já noticiadas com dirigentes da sigla.
Única decisão é de deixar a Rede.

Nada de piercing em pet
Tramita na Câmara de Guarapari projeto de lei do vereador Fábio Veterinário que proíbe fazer tatuagens e colocar piercings em animais domésticos ou silvestres. O projeto já foi aprovado nas comissões temáticas e agora segue para votação em plenário.
“É uma prática crescente que atende apenas a uma dolorosa e cruel finalidade estética”, disse Fábio.

Imagem ilustrativa da imagem PSB e PT mais próximos no Estado
Boleto em braille
A Câmara da Serra aprovou projeto do vereador Anderson Muniz que assegura aos contribuintes com deficiência visual receberem o carnê do IPTU em braille. Projeto ainda irá passar pelo crivo da prefeitura, mas é uma ação pela inclusão. Se bem que tem gente que não quer nem ver boleto pela frente.

Motoristas de aplicativo de Marilândia indignados
Motoristas de aplicativos estão indignados e pretendem ir ao Ministério Público contra lei da Prefeitura de Marilândia, aprovada na Câmara, que cobra taxa de R$ 10 mil dos aplicativos de transporte e mais um percentual (de 1% a 2%) no valor das corridas para atuar na cidade. Os motoristas alegam que isso irá inviabilizar o trabalho. A assessoria da prefeitura informou que regulamentou no município uma lei federal e que os impostos são pagos pelas plataformas.

Taxistas pagam
A Prefeitura de Marilândia também explicou que, assim como os taxistas, os aplicativos, e não os motoristas, devem pagar o ISS, que é o imposto de prestação de serviço, que é previsto na Constituição Federal. E a não regulamentação configura como transporte clandestino.

Homenagem
O deputado Carlos Von concedeu votos de congratulações a Josimar Piumbini, empresário que já passou fome na infância mas hoje tem empresa de consultoria agrícola premiada como a melhor do ramo em Alfredo Chaves, no Sul do Estado.

Rota turística
Os deputados Dary Pagung e Janete de Sá apresentaram projetos que criam a “Rota do Pico da Bandeira”.

Voltaram animados
Os deputados estaduais voltaram animados, e na 1ª sessão pós-recesso havia 529 itens na pauta da sessão.
 

MATÉRIAS RELACIONADAS