Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Plenário

Plenário

Colunista

PSB e Cidadania vão romper?

| 30/01/2020, 07:50 07:50 h | Atualizado em 30/01/2020, 08:29

A abertura do livro de inscrição para as prévias do PSB ligou o alerta na Prefeitura de Vitória e no Cidadania. É de entendimento da cúpula do partido que se o aliado de primeira hora (PSB) bater o martelo e definir candidatura a prefeito, o rompimento com o Cidadania será inevitável.

O clima já não é dos melhores entre o prefeito Luciano Rezende (Cidadania) e seu vice, Sérgio Sá (PSB). Nos bastidores, já é dado como certo que se o vice se inscrever para disputar as prévias socialistas deve perder espaço na prefeitura, como a Secretaria de Obras, que está sob seu comando.

A percepção no Cidadania é que o PSB, com exceção do governador, estaria fazendo um movimento fora do que supostamente havia sido combinado. “Se o PSB apresentar uma candidatura contra a aliança, vai haver um rompimento”, disse um dos dirigentes do Cidadania, que já lançou pré-candidato.

Tensão até o último dia
Nenhum dos três cotados do PSB para disputar a Prefeitura de Vitória se inscreveu no livro de pré-candidaturas ainda. O prazo, que se iniciou na segunda-feira, vai até a próxima segunda, às 17 horas. O deputado Sergio Majeski, único a garantir que fará a inscrição, disse que deve deixar para o último dia. “Os últimos serão os primeiros”, justificou.

Aulas adiadas
A Secretaria de Estado da Educação adiou, do dia 4 para o dia 10 de fevereiro, o início do ano letivo nos municípios de Iconha, Alfredo Chaves, Castelo, Iúna, Vargem Alta, Cachoeiro e Conceição do Castelo, por conta dos estragos causados pelas chuvas nas escolas. A possibilidade do adiamento foi noticiada pela coluna Plenário na edição da última terça-feira.

Parece que foi ontem...
O presidente do Tribunal de Justiça, Ronaldo Gonçalves, se reuniu ontem com o presidente da Assembleia, Erick Musso, para uma visita de cortesia. Recebeu do deputado um porta-retrato com a foto de sua formatura em Direito, tirada em 1972, pelo fotógrafo da Ales Tonico Sessa. Ficou emocionado.

De olho no STF
Se mudarem as regras de distribuição das vagas das “sobras eleitorais” – julgamento sobre o tema está marcado no STF para 4 de março – o suplente Rodney Miranda pode ficar com a vaga que hoje é de Helder Salomão na Câmara Federal.

Mas, como ele é secretário de Segurança de Goiás, e estaria bastante envolvido com a pasta, a vaga poderia parar no colo do ex-deputado Gilsinho Lopes, que é da mesma coligação e está na torcida.

Polícia Federal é a mais confiável para brasileiros
O estudo “A cara da democracia”, feito pelo Instituto da Democracia e da Democratização da Comunicação, mostrou que a Polícia Federal é a instituição que os brasileiros mais confiam. Na pesquisa, 33% disseram que a corporação merece muita confiança e 30% acham que a PF é “mais ou menos confiável”. Em seguida no ranking aparecem as igrejas, as Forças Armadas e a Polícia Militar. Em 5º lugar na confiança dos brasileiros estão os grupos de família no WhatsApp e, no final, estão o Congresso, o Facebook e os partidos políticos.

Galeria

Articulação em Anchieta
Os vereadores de Anchieta Alexandre Assad e Geovane Meneguelle e o empresário Rodrigo Semedo anunciam amanhã uma frente de oposição ao prefeito Fabrício Petri. Vão definir, entre eles, quem será o pré-candidato da frente a prefeito. Dizem ter o apoio de 10 partidos.

Articulação em Vitória
O presidente da Câmara de Vitória, Cleber Felix, que é pré-candidato a prefeito da capital, convidou o ex-vereador Serjão Magalhães para ser seu vice. Serjão está sem partido e, segundo Cleber, ele pode ir para o DEM, como o presidente, ou para o PMN.

Tem vaga!
O senador Fabiano Contarato abriu processo seletivo para contratar um assessor jurídico-legislativo, com salário de R$ 12.454, mais auxílio-alimentação, para atuar em Brasília. A inscrição deve ser feita até a próxima segunda-feira (03) pelo e-mail: [email protected]
 

MATÉRIAS RELACIONADAS