Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Plenário

Plenário

Colunista

Kleber Amorim

Presidente desequilibra o jogo?

| 06/10/2020, 07:09 07:09 h | Atualizado em 06/10/2020, 07:25

Por mais que esteja se esquivando de declarar apoio a candidatos a prefeitos Brasil afora, a vinda do presidente Bolsonaro ao Estado, às vésperas do 1º turno da eleição, deixou em polvorosa os candidatos bolsonaristas capixabas.

Segundo o ministro de Infraestrutura, Tarcísio Freitas – que visitou ontem o Estado para inaugurar o novo cais de Atalaia –, Bolsonaro deve vir com ele, até o dia 10 do mês que vem, para a assinatura de prorrogação do contrato de concessão da ferrovia Vitória-Minas. A vinda do Presidente já era de conhecimento do Patriota da capital e, se vingar, dificilmente não irá se tornar um ato de campanha na Grande Vitória.

No Estado, os partidos com candidaturas mais alinhadas ao bolsonarismo são o Patriota, PRTB, PTB, PL, PSC e DC. Mas há candidatos de outras siglas que querem o apoio do Presidente. Resta saber se esse apoio, se vier, fará diferença ao eleitor.

Pressão
Deputados estaduais repercutiram, na sessão de ontem, a fala do subsecretário estadual da Saúde, Tadeu Marino, na edição da coluna do último domingo, de que não levaria sua neta de 6 anos para a escola. Theodorico Ferraço fez um apelo para que o governo espere a vacina. Já Rafael Favatto se mostrou preocupado com a aglomeração em bares.

Casos de família
Em Alfredo Chaves, pai e filho estarão em palanques opostos. Armando Zanata disputa a prefeitura pelo PDT, mas o filho, o vereador Zanata, que é vice-presidente do Republicanos, vai apoiar o candidato a prefeito da sigla, Ronaldo Bianchi. “Quando resolvi ser candidato ele já tinha dado a palavra de ficar no Republicanos. Sem problemas, somos amigos”, disse o pai.

Imagem ilustrativa da imagem Presidente desequilibra o jogo?
Entre uma garfada e outra
O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, além de confirmar para novembro a renovação da concessão da ferrovia Vitória-Minas, também marcou para o 1º semestre de 2021 a inauguração do aeroporto de Linhares. Em seguida, almoçou com empresários na Findes. No menu, moqueca capixaba.

Baixa no ninho
O presidente do Instituto Teotônio Vilela – instituição do PSDB –, Thomas Tommasi, vai deixar o posto para apoiar um candidato a prefeito de outro partido em Vitória. “Como Luiz Paulo não conseguiu legenda pelo PSDB, eu decidi sair da presidência do ITV para apoiar o Mazinho dos Anjos (PSD)”. Ele também vai pedir exoneração do cargo comissionado no gabinete do deputado Emílio Mameri. O PSDB tem candidata em Vitória: Neuzinha Oliveira.

MP pede impugnação de Subtenente Assis
O Ministério Público pediu a impugnação da candidatura a prefeito de Cariacica do Subtenente Assis, alegando que ele não estaria filiado ao PTB com, no mínimo, 6 meses de antecedência, como manda a lei. Assis é militar e estava licenciado, atuando na Assembleia. No TSE constaria a filiação ao PSL em abril. O advogado de Assis, Marcelo Nunes, diz, porém, que por ele ser militar, a filiação partidária só é feita na convenção. “A chance da ação prosperar é zero”.

Galeria

Chama o padrinho!
O candidato a vereador de Vitória Gilvan da Federal conseguiu um vídeo de apoio do clã Bolsonaro: o filho 03, Eduardo, pediu voto para ele.

Inauguração
Candidato a prefeito de Cariacica, Marcos Bruno lançou ontem o comitê de campanha, em Campo Grande.

Lançamento
O candidato a prefeito de Guarapari Gedson Merizio lança oficialmente o nome hoje, no Clube Siribeira.

Enxugando a máquina
O candidato a prefeito de Vitória Fabrício Gandini sinalizou no plano de governo que pode reduzir o número de secretarias (17) e adotar processo seletivo para cargos comissionados.

Eclesiastes, capítulo 3
“Tenho muita resposta para dar, mas o momento é de calar”. Do deputado Hércules Silveira sobre seu silêncio nas disputas internas do MDB.

Horário eleitoral na TV
Candidatos a prefeito na abertura.
 

MATÉRIAS RELACIONADAS