Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Plenário

Plenário

Colunista

Kleber Amorim

Prefeito de Cachoeiro na Amunes?

| 01/03/2021, 08:23 08:23 h | Atualizado em 01/03/2021, 08:46

O prefeito de Cachoeiro, Victor Coelho (PSB), é o mais cotado para presidir a Associação dos Municípios do Estado (Amunes), em eleição marcada para o dia 31 deste mês.

Victor teria os apoios do governador Renato Casagrande e do atual presidente da Amunes, Gilson Daniel. E contaria a seu favor o fato de ser reeleito (experiência), além de ser visto como um gestor moderno e aliado de 1ª hora do governador.

Questionado, Victor não fala ainda sobre o tema: “Assunto muito superficial ainda. Não conversei com meu grupo político”. Mas ele também não descarta o interesse.

Outros prefeitos, porém, também estariam interessados no comando da associação. Um deles é o prefeito de Ibatiba, Luciano Pingo (Republicanos), e o de Anchieta, Fabrício Petri (PSB). Nos bastidores, há um esforço dos aliados do Palácio Anchieta de fazer uma composição e chegar a um consenso.

Correndo por fora
Questionados sobre a disputa da Amunes, o prefeito de Ibatiba, Luciano Pingo, disse que estava “dialogando com os prefeitos” no sentido de se viabilizar para disputar a presidência. Já o prefeito Fabrício Petri, de Anchieta, disse que se sente “lisonjeado” por ter o nome lembrado e que se coloca à disposição para “ajudar no que for preciso”.

Voltando ao cofre
Os auditores fiscais da Receita Estadual recuperaram, nos últimos dois anos, R$ 224,1 milhões de impostos sonegados no Estado. Em 2019 foram recuperados R$ 63,1 milhões. E em 2020, R$ 161 milhões (aumento de 155,3%). O valor não inclui multas, juros e correção, que, juntos, somaram R$ 308,8 milhões no período, segundo o Sindifiscal.

Imagem ilustrativa da imagem Prefeito de Cachoeiro na Amunes?
Proteção às mulheres
A Prefeitura de Vila Velha criou a Inspetoria da Mulher, dentro da Guarda Municipal, para atuar no combate à violência doméstica. Vai atuar em parceria com a Delegacia da Mulher e com o Tribunal de Justiça, fazendo mapeamento das áreas onde ocorrem os crimes e visitas “tranquilizadoras”.

Disputa deve ser acirrada no Podemos
O Podemos, presidido no Estado pelo ex-prefeito Gilson Daniel, fez 45 vereadores na eleição de novembro e muitos devem ser candidatos a uma vaga na Assembleia no ano que vem. A disputa deve contar com outros nomes do partido que concorreram a prefeituras mas não foram eleitos e ainda com futuros filiados. Hoje, o partido só tem o deputado Marcelo Santos na Ales.

Convenção evangélica entrega 20 projetos de leis
O presidente da Comissão Política da Convenção dos Pastores e Evangelistas das Assembleias de Deus (Ceades), pastor Joel Freire, entregou à deputada federal Lauriete Rodrigues uma minuta com cerca de 20 esboços de projetos de lei. Entre as iniciativas, estão: a criação de uma Central Ecomênica na abordagem e acolhimento de dependentes químicos; autorização de visitas de familiares e religiosos a pacientes de Covid e a proibição de corrida de cães.

Galeria

Mais propostas
Na minuta de projetos da Ceades também há iniciativas para uma política de apoio à agricultura familiar e a criação de um programa de combate à violência doméstica. A convenção também quer entregar os projetos para serem debatidos na Ales.

Água mole em pedra dura
Após longa negociação, o Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis assinou a convenção coletiva com reajuste total à categoria de 5,85%, referentes a 2019 e 2020, correção no vale-alimentação, ajustes no seguro de vida, plano de saúde e contribuição laboral e patronal.

Fim do prazo
Termina hoje prazo para que os líderes partidários na Câmara Federal indiquem quem irá compor a comissão especial para a PEC da Imunidade.

Semana promete
A OAB-ES ainda não respondeu ao ofício do deputado Sergio Majeski sobre a reeleição na Assembleia. A previsão é que responda essa semana.
 

MATÉRIAS RELACIONADAS