Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Plenário

Plenário

Colunista

Kleber Amorim

PP quer rediscutir o Senado e pode declarar apoio a Ramalho

Marcus Vicente justificou que a candidatura de Ramalho é a mais próxima do partido

Kleber Amorim | 20/07/2022, 19:44 19:44 h | Atualizado em 20/07/2022, 19:44

No mesmo dia em que o governador Renato Casagrande (PSB) anunciou Ricardo Ferraço (PSDB) como vice na sua chapa à reeleição, o PP que tinha o ex-secretário Marcus Vicente como um dos cotados para o posto, se reuniu com Alexandre Ramalho (Podemos) e poderá apoiá-lo para a vaga ao Senado. 

Apesar de nunca ter dito que gostaria de ser este nome, o deputado federal do PP Da Vitória não deverá mais seguir como opção. 

“O PP quer rediscutir o Senado e poderá declarar apoio a Ramalho”, disse Marcus Vicente, que é presidente do PP-ES.

Ele justificou que a candidatura de Ramalho é a mais próxima do partido e lembrou que Da Vitória não havia se colocado em nenhum momento. 

Ex-secretário de Segurança Pública Alexandre Ramalho
Ex-secretário de Segurança Pública Alexandre Ramalho |  Foto: A Tribuna
 

A manifestação promete esquentar a disputa, já que Rose de Freitas (MDB) é cotada para ser a escolhida.

O presidente do PSB-ES, Alberto Gavini, disse na terça-feira que o anúncio do nome ao Senado será feito nos próximos dias. 

Sobre a escolha de Ricardo Ferraço em si, Vicente contou que o governador se encontrou com ele três dias antes do anúncio para informá-lo, mas garantiu que sempre foi pré-candidato a deputado federal. 

Diante de especulações de que o PP poderia apoiar outro pré-candidato ao governo por conta do partido vir a ficar sem representante na majoritária de Casagrande, Vicente  reafirmou  compromisso com a reeleição do governador.

MATÉRIAS RELACIONADAS