Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Plenário

Plenário

Colunista

Kleber Amorim

O pé atrás de Majeski com o PSB

| 04/02/2020, 08:00 08:00 h | Atualizado em 04/02/2020, 08:42

O deputado estadual Sergio Majeski deixou para a tarde de ontem, já findando o prazo, a inscrição no livro de candidaturas do PSB para participar da consulta prévia que irá definir o nome do partido na disputa à Prefeitura de Vitória.

O motivo de ter deixado para o último dia é a desconfiança de Majeski na consulta prévia, marcada para o próximo dia 17. No ato da assinatura, o deputado entregou um ofício, apontando que não é tradição do PSB fazer prévias, que o estatuto diz que a escolha dos candidatos é por meio da convenção, que falta clareza sobre a consulta e até qual a real motivação, já que o PSB hoje é aliado do Cidadania e da atual gestão.

“Seria necessário que o partido dissesse porque vai ter candidato, que apresentasse uma pesquisa ou pedisse o plano de governo de quem quer disputar até para basear o voto nas prévias”, disse. O temor é que o PSB tenha um nome apenas para cumprir tabela e, sem musculatura para manter a candidatura, vire uma opção para compor a chapa como vice.

Davi vai apoiar o vice
Faltando 20 minutos para encerrar o prazo do livro de inscrição do PSB, o vereador Davi Esmael desistiu de se inscrever e vai apoiar o vice-prefeito Sérgio Sá, que colocou o nome à disposição na semana passada para disputar a Prefeitura de Vitória.

“O nome do Serginho no PSB representa a técnica que desejo. Tem história no partido muito maior que a minha”.

1ª escola indígena
O secretário da Educação, Vitor de Angelo, faz hoje pela manhã a aula inaugural da Escola Aldeia Caieiras Velha, em Aracruz, que é a 1ª unidade educacional indígena do Estado.

De lá, ele segue para Guarapari, com o governador Renato Casagrande, para inaugurar a nova unidade da escola em tempo integral Silva Mello, esperada por mais de 10 anos.

Alesinha, a 31ª deputada
A Assembleia anunciou ontem mudanças na comunicação da Casa, com a criação de podcasts e videocasts, do Central Assembleia – um programa nos moldes do Roda Viva, onde os deputados serão os entrevistadores – e da Alesinha, um personagem virtual para interagir com os internautas.

Ninho quer ocupar espaço
O presidente do PSB de Vitória, Juarez Vieira, deve fechar hoje a lista com os nomes que irá apresentar ao prefeito Luciano Rezende para ocupar a Secretaria de Habitação e Obras, em substituição ao vice-prefeito, Sérgio Sá, que foi exonerado na semana passada.

“Precisamos do espaço para continuar nossa aliança com o Cidadania”, disse Juarez. Ele vai apresentar pelo menos três nomes.

Galeria

Toma posse o 26º vereador da Serra
O presidente da Câmara da Serra, Rodrigo Caldeira, deu posse ontem ao suplente José Fabio Araújo (PSB), o Latino, que vai ocupar a vaga do vereador Geraldinho de Feu Rosa – afastado pela Justiça. A convocação foi feita na última sexta-feira, após Latino conseguir uma liminar da Justiça. Com isso, a Câmara volta a ter 23 vereadores ativos e três afastados. Todos os 26 vão receber salário integral, de R$ 9.208,33, por mês.

Língua ferina
O deputado Enivaldo dos Anjos criticou a ausência de representantes do Ministério Público e do Tribunal de Justiça na sessão solene da Assembleia, ontem, que abriu o ano legislativo. O governo e o Tribunal de Contas enviaram representantes.

Confusão e acirramento
Não é de hoje a confusão em torno da Associação de Moradores de Laranjeiras. Os grupos que hoje fazem parte da chapa 1, liderada por Laélio Aquino, e da chapa 3, de Lusmar Furtado, já foram um só, mas romperam. Quando estavam unidos, entraram na Justiça para a retirada da gestão anterior. A advogada Lilian Souto, que fez parte da ação, apoia a chapa 3.

Confusão e acirramento II
A eleição da Associação de Moradores de Laranjeiras, que tem um patrimônio de R$ 100 milhões, está marcada para o próximo domingo.
 

MATÉRIAS RELACIONADAS